48 municípios gaúchos já decretaram situação de emergência devido à estiagem

0
94

Pelo  menos 48 municípios gaúchos já decretaram situação de emergência devido à estiagem que afeta o Rio Grande do Sul. Além disso, a Defesa Civil do Estado também recebeu 29 Notificações Preliminares de Desastres (Nopreds), enviadas por prefeituras.

A Defesa Civil estima que o número de pessoas afetadas pela falta de chuva passe de 280 mil entre os 77 municípios que enviaram relatórios sobre os prejuízos.

Salvador das Missões, no Noroeste do Estado, por exemplo, está entre os municípios que decretaram situação de emergência. A última chuva registrada na cidade ocorreu no início de outubro.

Municípios que decretaram situação de emergência:

Arroio do Meio, Arroio do Tigre, Barra Funda, Boa Vista das Missões, Boa Vista do Buricá, Boa Vista do Cadeado, Bozano, Capão do Cipó, Cerro Branco, Chiapetta, Colorado, Constantina, Coronel Bicaco, Crissiumal, Cristal do Sul, Cruzeiro do Sul, Doutor Ricardo, Engenho Velho, Fontoura Xavier, Fortaleza dos Valos, Frederico Westphalen, Ibirubá, Ilópolis, Jaboticaba, Jóia, Lagoão, Liberato Salzano, Nova Bassano Nova Palma, Novo Xingu, Palmeira das Missões, Passo do Sobrado, Pejuçara, Pinhal, Pinhal Grande, Pouso Novo, Putinga, Quinze de Novembro, Rodeio Bonito,Santa Cruz do Sul, Santo Augusto, Seberi, Segredo, Selbach, São José das Missões, São José do Herval, São Pedro das Missões e Vila Maria.

Municípios com Notificação Preliminar de Desastre (Nopred):

Agudo, Alto Alegre, Amaral Ferrador, Anta Gorda, Barros Cassal, Braga, Cachoeira do Sul, Campos Borges, Catuípe, Herveiras, Humaitá, Jari, Lagoa dos Três Cantos, Nova Boa Vista, Novo Cabrais, Novo Tiradentes, Pontão, Progresso, Quevedos, Redentora, Restinga Seca, Rondinha, Serafina Corrêa, São Paulo das Missões, São Valentim do Sul, São Valério do Sul, Tapera, Trindade do Sul e Tupanciretã.