Agência do INSS de Santo Ângelo deve atender parcialmente

0
108

A situação é de divergência entre os funcionários

Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entrarão em greve a partir de hoje. A decisão, que referendou um indicativo nacional de paralisação, foi tomada em assembleia geral.

No Rio Grande do Sul, por unanimidade, cerca de 220 trabalhadores das regionais votaram por iniciar o movimento grevista. Também rejeitaram e classificaram como “indecente” a contraproposta apresentada pelo governo às reivindicações prévias da categoria.

De acordo com informações obtidas junto à agência do INSS de Santo Ângelo, as portas da instituição não estarão fechadas. A situação é de divergência entre os funcionários. Alguns devem participar da greve e outros vão atender a população normalmente. Na tarde de ontem a agência destacou que não havia tomado um posicionamento definitivo, mas que o atendimento será parcial.

Entre as reivindicações, os servidores ligados ao INSS exigem a realização de concurso público para o preenchimento de vagas em aberto em todo o País. De acordo com Sindsprev, esse número se aproxima de 15 mil. Além disso, são solicitadas melhores condições de trabalho, de atendimento ao público e reajuste real das perdas salariais (de cerca de 27%).