Agentes penitenciários e Brigada Militar capturam foragidos do Presídio Regional de Santo Ângelo

0
91

Plano de fuga foi colocado em prática na madrugada de domingo por seis presos que fizeram buraco na

No domingo (5), por volta das 4h20min, seis presos iniciaram o plano de fuga do Presídio Regional de Santo Ângelo. Nesta ação os apenados arrombaram a chapada da cela n° 4 da Galeria A, assim como quebraram telhas do alojamento provisório para efetuar a fuga. No entanto, os presos João Batista da Silva, Fabiano Marques Racort e Nelson Alves Correia acabaram não conseguindo sair do presídio, ficando no telhado.
Já dos três que fugiram do presídio, Gerson Adriano de Andrade e Pedro Cassildo Pereira dos Santos acabaram logo em seguida sendo capturados pela polícia. Os apenados haviam fugido pelos fundos do presídio. Já José Adriano Rosa de Andrade acabou preso em flagrante durante furto de uma bicicleta próximo ao Centro Social Urbano, por volta das 7 horas.

Já às 10 horas, agentes penitenciários, ao avaliar os danos causados no telhado, ouviram vozes e encontram três presos escondidos entre a chapada e a cobertura do prédio. Os apenados foram recolhidos às celas.
O diretor administrativo do presídio, Mauri Eich, conta que os presos utilizaram estoques artesanais e uma broca para estourar a chapada e o telhado. “Apesar da intensa fiscalização é difícil controlar tudo. Provalmente a broca deve ter sido jogada no pátio por alguém que passava na rua e os estoques foram feitos com ferro de venezianas”, explica.
O diretor da Susepe Nelson Werlang, por sua vez, revela que, não apenas em Santo Ângelo, mas em todos os presídios do Brasil, as fugas aumentam com as festas de final de ano. “É um momento crítico no qual redobramos os cuidados para evitar fugas”, ressalta.

OUTRA FUGA
A fuga ocorrida no Presídio Regional de Santo Ângelo foi a segunda durante a semana. Na sexta-feira (3), Nilton Pires Filho havia fugido da penitenciária, por volta das 7h30min, ao fazer um buraco de aproximadamente 40×40 cm, na cela n° 5 da galeria A. O prédio dá acesso à parte frontal do presídio, o que lhe possibilitou pular a tela que cerca o pátio da casa prisional. Ao sair pela Avenida Sagrada Família o apenado foi perseguido e capturado pela Brigada Militar.

Nilton é réu confesso do assassinato da professora do Case, Cristiane Marks, no dia 20 de agosto de 2013. Os pais da vítima encontraram o corpo no dia 21 de agosto, por volta das 20h30min, com marcas de estrangulamento e uma perfuração de faca no tórax acima do coração.

FORAGIDO
Durante operação no Bairro Sepé, na sexta-feira, por volta das 7 horas, a Brigada Militar localizou um suspeito que circulava no local. Ao ser abordado a polícia descobriu que o homem era foragido do Presídio Regional. O apenado foi preso e conduzido à penitenciária.