Agricultor perde 40 mil pés de verduras na comunidade de Ilha Grande

0
95

Luis Carlos Jek explica que o motivo foi o superaquecimento da água da irrigação, que passou de 24 °

 O produtor de hortigranjeiros Luis Carlos Jek, da localidade de Ilha Grande, interior de Santo Ângelo, contabilizou um prejuízo de R$ 40 mil com a estiagem.

Devido a alta temperatura da água, utilizada para irrigar as bancadas de hidroponia, provocada pelo alto calor, ele perdeu 40 mil pés de verduras, entre alface, rúcula, agrião e radite.

Conforme o produtor, o principal motivo para tamanha perda foi o superaquecimento da água. “A temperatura ideal que a água deve registrar para uma boa produção de verduras é de 24 °C, porém, há alguns dias, a água chegou a uma temperatura de 42 °C, quase o dobro do recomendado. Isso fez com que todas as verduras murchassem e morressem”, diz.

O prejuízo fez com que Jek contratasse uma empresa para instalar um sistema de refrigeração de serpentina, que permite com que a temperatura mínima da água chegue a marcar até 18 °C. O sistema teve um investimento de R$ 15 mil.

Jek já plantou outras 40 mil mudas de verduras em suas três hectares de propriedade e para recuperar os prejuízos e o investimento com o sistema de refrigeração, deverá trabalhar aproximadamente cinco meses.

Já na próxima semana, o produtor deverá colher os primeiros pés que deverão chegar aos consumidores com excelente qualidade.