Alunos e professores da Escola Estadual Sagrada Família protestam contra turmas multisseriadas nas séries finais

0
98

Educadores não aceitam ajuntamento de turmas do turno da manhã

Os professores e alunos da Escola Estadual Sagrada Família, com cartazes demonstrando indignação, protestaram em frente ao educandário, na localidade de Lajeado Cerne. A medida sinaliza a contrariedade em relação à decisão do Estado de fazer o ajuntamento das turmas do turno da manhã, que hoje funcionam de forma seriada.

Os educadores acreditam que essa decisão vai comprometer a qualidade do ensino, prejudicando diretamente os estudantes. A direção acredita ser fundamental manter a seriação ao invés de medidas para redução de custos. Para isso ser viabilizado é necessário a ampliação da carga horária de professores para 31 horas/aula.

REUNIÃO

O assunto, inclusive, foi discutido em reunião realizada no dia 11 de março. No encontro, formou-se uma comissão contrária ao ensino multisserial pela manhã, onde são realizadas as aulas das séries finais do Ensino Fundamental. A decisão chegou a ser apresentada à 14ª Coordenadoria Regional de Educação.

No dia 14 de março, porém, a Escola Sagrada Família foi informada pela 14ª que a solicitação foi rejeitada.

ENSINO MULTISSERIAL

Dados da direção da Escola Estadual Sagrada Família revelam que a instituição possui, hoje, 55 estudantes em nove séries, sendo que no turno da tarde possui duas turmas multisseriadas: a primeira com alunos da 1ª, 2ª e 3ª séries e outra trabalhando com a 4ª e 5ª séries. As turmas das séries iniciais funcionam dessa forma há alguns anos, atendidas por apenas uma professora em cada turma.

ENSINO SERIAL

No entanto, pela manhã, a Escola Estadual Sagrada Família organizou as turmas seriadas em quatro turmas: 6ª e 7ª séries do Ensino Fundamental de nove anos, assim como 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental de oito anos.

CORPO DOCENTE

A escola possui um quadro docente composto por um diretor e mais oito professores que atuam em sala de aula. A escola também tem em seu quadro uma professora com carga horária de 40 horas em licença saúde, uma funcionária e uma merendeira.