Ampliação do aeroporto regional está próxima de começar, diz diretor do Departamento Aeroportuário do Estado

0
92

Roberto de Carvalho, fez o anúncio em encontro com empresários

O diretor do Departamento Aeroportuário do Estado (DAP), Roberto Carvalho Netto, anunciou, nesta sexta-feira (23), que a ampliação do Aeroporto Regional de Santo Ângelo será feita no início de 2013. A confirmação aconteceu durante encontro com o prefeito Eduardo Loureiro e empresários na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Carvalho Neto lembrou o atraso das obras previstas para 2011, explicando que tudo foi em decorrência de questões burocráticas e as novas exigências estabelecidas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e o Governo Federal. “Havíamos feito um levantamento de custos baseado na tabela de preços do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). No entanto, tivemos que refazer cálculos baseando-se nas tabelas do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e da Caixa Econômica Federal”, revelou.

O diretor disse que a ampliação do Aeroporto de Vacaria foi uma das últimas obras de infraestutura da aviação civil no Estado cujo estudo de custo baseou-se nas tabelas de preço do Daer. “Tivemos que nos adaptar e o valor previsto de mais de R$ 6 milhões foi reduzido para R$ 5,7 milhões. Embora, muitas vezes, os valores globais das tabelas da Caixa e do Dnit sejam maiores, nesse caso específico, algumas rubricas nossas apresentaram algumas discrepâncias. Negociamos, por duas vezes, com a empresa Cotrel de Santa Maria – vencedora da licitação – e felizmente conseguimos reduzir custos”, destacou.

TRÂMITES

No contato telefônico que o diretor do DAP, Roberto Carvalho Neto, teve nessa semana, em Brasília, na Secretaria de Aviação Civil, a sinalização em relação às tabelas de preço foi positiva. Nas próximas semanas essa etapa deverá ser cumprida. Na sequência haverá os trâmites legais deste projeto no Estado e depois disso, o encaminhamento final para o início da ampliação do aeroporto.
Antes da definição exata da data de início das obras, será feita uma consulta com a empresa área NHT, que opera vôos na cidade. Somente após as definições da NHT, em relação à suspensão da venda de passagens e transferência provisória da operação de suas linhas, que será começado o melhoramento da pista. “Agora acredito que os entraves burocráticos estão quase todos superados e a obra está próxima de começar”, afirmou o diretor do DAP.

A ampliação da pista do aeroporto permitirá o pouso e a decolagem de aeronaves de grande porte, como as do tipo Boeing 737-300 e Airbus com capacidade de mais de 100 lugares.