Assembleia aprova projeto denominando Adroaldo Loureiro o terminal de passageiros do aeroporto em Santo Ângelo

0
85

Projeto foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa

 O terminal de embarque e desembarque do Aeroporto Regional Sepé Tiarajú, em Santo Ângelo, deverá receber o nome do ex-deputado e ex-prefeito Adroaldo Mousquer Loureiro, falecido no último dia 12 de fevereiro, aos 67 anos de idade. O projeto para isso foi aprovado por unanimidade na sessão desta terça-feira, na Assembleia Legislativa, e agora aguarda sanção por parte do Executivo.

 
A HOMENAGEM
Na tribuna, durante as discussões e encaminhamentos de votação, muitos parlamentares lembraram a trajetória e o legado de Adroaldo Loureiro também como vereador, secretário de Estado e conselheiro do TCE-RS. “Em época de descrédito na política, essa é uma homenagem a quem exerceu a função pública com seriedade e honradez. Era um homem de palavra, um conciliador e um exemplo para nós”, afirmou o deputado Enio Bacci, autor do projeto que foi subscrito pelos deputados da bancada trabalhista Juliana Brizola, Ciro Simoni, Gilmar Sossella, Marlon Santos e Eduardo Loureiro, filho do homenageado.
PRONUNCIAMENTOS
Pedro Ruas (Psol) destacou a militância de Adroaldo Mousquer Loureiro no trabalhismo gaúcho. Já Adão Villaverde (PT) lembrou do Memorial da Coluna Prestes, viabilizado no período de Loureiro na prefeitura (1992-96). “Era um político de diálogo, que compreendia as relações em sociedade. O Museu Prestes mostra o grau de pluralismo que ele tinha”, acrescentou. Para Miki Breier (PSB), o ex-deputado e ex-conselheiro tinha posições claras e firmeza de ideias.

LEGADO
Juvir Costella (PMDB), João Fischer (PP), Aloísio Classmann (PTB), Zilá Breitenbach (PSDB) e Sérgio Perez (PRB) recordaram as lutas empreendidas pelo homenageado em prol das regiões Missões, Celeiro, Grande Santa Rosa, Noroeste e Fronteira. Jorge Pozzobom (PSDB), por sua vez, citou as leis deixadas como legado. Loureiro foi autor da Lei dos Desmanches, de combate ao furto e roubo de veículos; da Lei de Promoção de Saúde Bucal, que viabilizou ações contra o câncer na boca; e a Lei Antibullying, de prevenção à violência escolar.