Beto Albuquerque dá ordem de serviço para o reinício de asfaltamento ao Distrito Buriti

0
85

Secretário fez o anúncio da retomada do acesso asfáltico em Santo Ângelo

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, esteve em Santo Ângelo, ao meio-dia desta sexta-feira (24), para dar a ordem de serviço da retomada do asfaltamento ao Distrito Buriti, ligando com a ERS-344. As obras devem ter início no mês de setembro.

Pela manhã, o secretário esteve em Entre-Ijuís, onde anunciou a continuidade do asfaltamento da Avenida Valério Emílio Ribas, que liga o centro de Entre-Ijuís até a BR-285.

Após os eventos em Santo Ângelo e Entre-Ijuís, Beto Albuquerque foi a Ubiretama, quando anunciou o reinício do asfaltamento que liga o município à BR-392. “Estamos colocando em dia o pagamento à Conpasul (empresa que realiza o asfaltamento) para retomarmos as obras”, observa Beto Albuquerque.

Albuquerque falou, também, sobre outras obras na região, como a ERS-218, ligando Santo Ângelo a Catuípe; a ligação asfáltica entre Rolador e São Luiz Gonzaga; o acesso asfáltico entre Eugênio de Castro e Entre-Ijuís; além do Aeroporto de Santo Ângelo. “Para o início das obras do aeroporto de Santo Ângelo faltam alguns detalhes burocráticos (veja mais informações na página 2). O acesso entre São Luiz e Rolador está em processo de licitação. A ligação entre Eugênio de Castro e Entre-Ijuís está no cronograma para 2014, mas tentaremos antecipar para o próximo ano. Já a rodovia que liga Santo Ângelo e Catuípe, nós vamos iniciar a sinalização e depois faremos a inauguração oficial”, relatou Beto Albuquerque, adiantando que já solicitou um orçamento ao Governo Estadual de R$ 60 milhões para o investimento em infraestrutura no próximo ano.

Durante a manhã o prefeito Eduardo Loureiro e Beto Albuquerque conferiram como ficou o conserto da ponte sobre o rio Ijuí.

MOBILIZAÇÃO

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, a mobilização regional foi muito importante para a retomada das obras. “O prefeito Eduardo realizou diversas reuniões comigo no meu gabinete, preocupado, colocando da importância dessas obras para o desenvolvimento regional”, salienta.

Em julho, o prefeito Eduardo Loureiro se reuniu também com o secretário do Gabinete dos Prefeitos, Afonso Motta, para tratar sobre a conclusão do asfaltamento para a Buriti. Na ocasião, Motta anunciou que com a liberação dos recursos do BNDES o governo estadual poderia fazer uma suplementação orçamentária de R$ 20 milhões, que vai viabilizar a conclusão de seis obras tidas como prioritárias pelo Estado. Dentre elas estão a pavimentação do acesso asfáltico até a Buriti, em Santo Ângelo, e a da Avenida Valério Emílio Ribas, em Entre-Ijuís.

Durante o encontro com Beto Albuquerque, nesta sexta-feira, o prefeito Eduardo agradeceu ao secretário estadual a retomada das obras na região. “Gostaria de fazer um agradecimento especial ao Beto, que tem sido um amigo, um parceiro. Tivemos diversas audiências em Porto Alegre e solicitamos que os convênios para essas obras aqui na região fossem priorizados pelo Governo Estadual”, salienta.

Novas obras
O prefeito de Santo Ângelo, Eduardo Loureiro, também fez dois apelos ao secretário estadual de Infraestrutura e Logística. “O trevo de acesso a Buriti e o trevo de acesso a BR-392 necessitam ser modificados e transformados em rótulas, pois são muito perigosos para os motoristas atravessarem. Outro ponto importante é a duplicação da ERS-344, no trecho que liga Santo Ângelo e Entre-Ijuís, pelo grande movimento e pela importância logística”, complementa Eduardo Loureiro.

Comunidade comemora conquista
“A obra parou por um tempo, mas para nossa agradável surpresa será retomada. Os 3,5 quilômetros que faltam têm infraestrutura mais rápida e menos custosa. A parte mais complicada já foi feita. No início de setembro as máquinas devem começar a funcionar novamente em nossa localidade. É uma reivindicação histórica, muito esperada e se Deus quiser, será concluída em breve. Com a conclusão do asfalto com certeza teremos um incremento muito grande em Buriti”, avalia o bancário Luiz Voese, um dos líderes da comunidade de Buriti.