BR-472 entra nas lutas da AMM e será pauta de reunião em Roque Gonzales

0
97

Também será retomada reivindicação sobre resultado dos estudos de viabilidade da ponte internacional

Na próxima quinta-feira (26), os prefeitos missioneiros estarão reunidos em mais uma assembleia da Associação dos Municípios das Missões (AMM), que neste mês será realizada em Roque Gonzales. Para o prefeito anfitrião, Sadi Wust Ribas, o evento será uma oportunidade para que a comunidade conheça o trabalho da Associação nas lutas para consolidar as demandas locais e regionais. “Estamos felizes por sediar este encontro e contamos com a presença de todos os roquegonzalenses, pois será o momento em que estaremos apresentando para todos os colegas prefeitos e demais participantes as potencialidades e os projetos que estão sendo desenvolvidos em nosso município”, convidou Sadi Ribas.

Os estudos do traçado e impactos ambientais para pavimentação da BR-472, trecho Porto Xavier/São Borja, numa extensão de 140 quilômetros, que está previsto para ser realizado no segundo semestre deste ano, estará entre os principais assuntos da pauta. Para falar sobre a questão foi convidado a participar da reunião da Associação um representante da superintendência estadual do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Conforme estabelecido em audiência que ocorreu no início deste mês, no Dnit em Cruz Alta, com a presença de prefeitos e representantes dos municípios de Pirapó, Roque Gonzales, São Borja, Porto Xavier e Garruchos, no encontro do dia 26 será elaborado um documento de apoio em nome dos 26 municípios das Missões, e também será formada uma comissão de prefeitos que vai reivindicar a conclusão da BR-472 junto às autoridades federais e estaduais.

COMPROMETIMENTO DOS GOVERNANTES
Garruchos está entre os municípios que serão beneficiados com a BR-472. Segundo o prefeito Carlos Cardinal, “a concretização da obra vai impulsionar o crescimento econômico da cidade, pois a população continua confiante de que o progresso ainda vai chegar em Garruchos”. Ele explicou que o asfalto vai aproximar o município a outras localidades, como São Borja e São Nicolau. Mas o prefeito garruchense manifestou preocupação com a continuidade desta iniciativa, em caso de mudança de governo.

Cardinal citou como exemplo a reivindicação da ERS-176, entre Garruchos e Santo Antônio das Missões, com promessa de melhorias há mais de 30 anos. “Sou otimista, mas é preciso levar em conta o fato de que, normalmente, em ano eleitoral a situação se repete. Há três anos, alguns meses antes das eleições, foi dito que o asfalto da ERS-176, uma das piores estradas do RS, estaria incluído no plano viário do governo estadual e, até agora, nada foi feito. Por isso, temos que estar unidos para que essa luta pela BR-472 se mantenha forte e não se perca no tempo”, alertou Cardinal.

PONTE INTERNACIONAL
De acordo com o prefeito de Porto Xavier, Paulo Sommer, a concretização da obra da BR-472 é um grande sonho da população, que beneficiará várias localidades do interior, além de promover o desenvolvimento da chamada “rota da cana”. “Outro fator positivo será o de alavancar o progresso da região costeira, caso a construção das barragens se consolide e, inclusive, será mais um motivo para Porto Xavier ser contemplado com a construção da ponte internacional”, enfatizou Sommer, que também é vice-presidente da AMM.

As lideranças missioneiras vão aproveitar a presença do técnico do Dnit para solicitar novas informações sobre o andamento dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) da ponte internacional. Até o momento, a comissão da AMM não tem nenhum posicionamento oficial das autoridades federais sobre o resultado dos estudos, mas, segundo informou o diretor executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, durante audiência em Brasília, no último dia 13 de maio, tecnicamente, o melhor local para construção da ponte internacional é Porto Xavier/San Javier, conforme características apresentadas no EVTEA.

“Nossa mobilização para que a construção da ponte internacional seja em Porto Xavier continua firme. Estamos atentos e acompanhando todas as etapas da análise dos estudos de viabilidade. Com o mesmo empenho vamos trabalhar para que a conclusão da BR-472 se consolide”, garantiu o dirigente da AMM, Junaro Rambo Figueiredo.

Outras demandas regionais também estarão em debate na assembleia da Associação dos Municípios das Missões em Roque Gonzales, com início às 9 horas, no Clube da Terceira Idade, localizado na Rua Rui Barbosa, 465. Também serão realizadas reuniões paralelas das primeiras-damas, secretários de Agricultura, Saúde e Assistência Social.