Carreata encerra Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla

0
148
Foi realizada a entrega da 8ª remessa das atividades pedagógicas não presenciais e retirada da 9ª. Foto: Apae/ Divulgação

Programação desenvolvida neste ano tem como tema “Protagonismo empodera e concretiza a inclusão social”.

A Apae Santo Ângelo estará encerrando neste sábado (29), a Semana Nacional da Pessoa com deficiência Intelectual e Múltipla. A programação iniciada no dia 21 será encerrada com a Carreata pelo Protagonismo, Empoderamento e Inclusão Social das Pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla. A concentração será no trevo da Avenida Ipiranga com a ERS-344, às 9h30.

A última semana do mês de agosto é marcada pela Semana Nacional, com o objetivo de promover um intenso debate de inclusão social e combate ao preconceito e discriminação das pessoas com deficiência e neste ano o tema é “Protagonismo empodera e concretiza a inclusão social”.

De acordo com dados da ONU, 80% das pessoas com alguma deficiência residem em países em desenvolvimento. Essa deficiência aumenta o custo de vida em cerca de um terço da renda, em média. De acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Brasil possui 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa 24% da população brasileira.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Santo Ângelo atende 208 alunos através da Escola de Educação Especial Raio de Sol. E somando-se os atendimentos em saúde e assistência social são 311 pessoas de Santo Ângelo, Eugênio de Castro e Entre-Ijuís.

Em entrevista ao programa Rádio Visão, da Super Rádio Santo Ângelo, a coordenadora administrativa da Apae e a diretora da Escola Raio de Sol, Janira Mânica e Ângela Colla falaram a respeito das atividades que estão sendo realizadas de forma diferente neste ano devido a pandemia.

Segundo Ângela, a Apae teve uma interrupção de 15 dias em seus atendimentos no mês de março, visando preparar a estrutura para atender aos protocolos exigidos pelo Ministério da Saúde. Depois disso, foram retomados os atendimentos de saúde e assistência social. Hoje, o trabalho atinge 90% da carga que era realizada antes da pandemia.

Com relação a educação, adaptando-se a nova realidade, a instituição de ensino estabeleceu um plano de ação para que os alunos e suas famílias não ficassem desamparados. Como as aulas presenciais foram suspensas, a equipe pedagógica produz as atividades a serem realizadas pelos alunos. Essas atividades são entregues aos pais, que na retirada devolvem os trabalhos anteriores feitos pelos filhos. Na quinta foram entregues as atividades da nona remessa. “A adesão tem sido satisfatória, com a participação dos pais e empenho dos alunos”, avalia a diretora Ângela.

Mais de 1,7 mil cestas básicas distribuídas

Além da questão educacional e dos atendimentos em saúde, a área da assistência social recebe uma atenção especial da direção da Apae durante a pandemia. Famílias de alunos que encontram-se em situação de vulnerabilidade social tem recebido auxílio através da doação de cestas básicas.

Através de recursos federais repassados via Secretaria Municipal de Assistência Social, com valor de R$ 204 mil, a direção da Apae completou na quinta-feira (27) a entrega do quarto lote de cestas básicas, somando 1.788 unidades. Além disso, foram adquiridos alimentos perecíveis, como carne bovina e de frango, queijo e ovos, entregues junto com as cestas básicas. Esses alimentos foram adquiridos também através de repasse extra devido a pandemia.

Além disso, Janira Mânica destaca os investimentos feitos para a segurança dos profissionais e das pessoas atendidas, com a adoção de rodos os protocolos de higienização, incluindo produtos como álcool em gel, borrifadores, tapetes sanitizantes, EPIs, entre outros. Também está sendo realizada a adaptação de salas para atendimento e, também, visando o retorno das aulas presenciais quando for possível.

Também destacou recursos da ordem de R$ 20 mil que serão repassados pelo Estado para o espaço dos autistas, com equipamentos para atendimentos de fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional. Ela agradeceu ainda as emendas parlamentares repassadas por Pompeo de Mattos (R$ 100 mil), Liziane Bayer (R$ 100 mil), Ubiratan Sanderson (R$ 150 mil) e Geovano Cherini (R$ 30 mil), que já foram contabilizadas, e mais uma de R$ 150 mil do deputado Pedro Westphalen que deve ser liberada nos próximos dias.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here