Cinco famílias já fazem parte do Programa Família Acolhedora

0
109

Elas acolhem provisoriamente crianças e adolescentes como forma de proteção

O Programa Família Acolhedora, pioneiro no Rio Grande do Sul, já contabiliza cinco famílias participantes em Santo Ângelo. Outras três estão em tramitação no processo e mais três que já estão cadastradas, aguardam crianças ou adolescentes, na faixa etária de suas preferências para o acolhimento.

As famílias, já inseridas no programa, estão acolhendo provisoriamente crianças e adolescentes em suas casas. O acolhimento familiar é uma forma de proteção, que se faz necessário quando do afastamento temporário do menor, do convívio familiar de origem.

Todo cadastro e preparação da família são realizados por uma equipe técnica, formada pela psicóloga Geovana Vieira dos Reis, assistente social Juliane Faleiro e a pedagoga Lorena Dutra Balbé.

A secretária de Assistência Social, Genelúcia Dalpiaz, diz que a família acolhedora recebe uma bolsa auxílio no valor de um salário mínimo para subsidiar as despesas com a criança. Cada família pode permanecer no programa por até dois anos. Ao todo, o programa possui 15 vagas.

Genelúcia explica que o programa está previsto no artigo 90 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e no Sistema Único de Assistência Social (Suas). É uma parceria entre o município de Santo Ângelo, através da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Cidadania; do Juizado da Infância e Juventude sob responsabilidade do Juiz de Direito Luis Carlos Rosa e Promotoria da Infância e Juventude pela promotora de justiça Paula Regina Moor.

São acolhidas crianças e adolescentes que tenham seus direitos ameaçados ou violados (vítimas de violência sexual, física, psicológica, negligência, em situação de abandono e órfãos) e que necessitam de proteção, sempre com determinação judicial.

O cadastro é feito na sede do Família Acolhedora, situada na Rua Carlos Gomes, 555, esquina com a Marechal Floriano, Bairro Centro Norte. O telefone de contato é 3313-2850. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30min e das 13h30min às 16h30min.

 

Critérios de participação

– Pessoas maiores de 21 anos, sem restrição quanto a sexo ou estado civil;
– Idoneidade moral;
– Nenhum membro da família acolhedora deve ser usuário de substâncias psicoativas ilícitas.
– Deve residir no município de Santo Ângelo;
– Que não haja interesse em adoção;
– Disponibilidade de tempo e interesse em oferecer proteção, afeto e cuidados às crianças e adolescentes;
– Parecer psicossocial favorável, realizado pela equipe técnica do programa.

Documentos para inscrição

– Carteira de identidade;
– Certidão de Nascimento ou casamento;
– Comprovante de residência
– Certidão Negativa de Antecedentes:
* CRIMINAIS
* POLICIAIS
* CIVIS