Cine Cisne completa 56 anos com previsão de abrir 3ª sala até 2015

0
105

O Cinema Cisne, que vive uma de suas melhores fases desde sua fundação, há 56 anos (completados em 22 de março), está prestes a abrir a sua terceira sala. Conforme o sócio-proprietário Flavio Panzenhagen, a ideia é dividir a sala 1, que atualmente possui 290 lugares, em duas salas, com capacidade para 150 em cada.

Somada à sala 2, que fica no segundo piso, o Cisne poderá exibir três filmes simultaneamente, demanda já necessária – diariamente, o Cisne recebe excursões de municípios da região, em especial das Missões e de Ijuí. Antes da 3ª sala, porém, a prioridade é dar acesso a cadeirantes e modernizar a bomboniere, cujo projeto já está em andamento.

Esse panorama difere, e muito, daquele vivido há seis anos. Em 2008, o Cisne chegou a anunciar o fechamento de suas portas, depois de aproximadamente duas décadas em situação difícil. “Valeu a pena enfrentar esses 20 anos se segurando para não fechar o cinema. Quando estávamos em situação difícil, em 2008, o ex-prefeito Eduardo Loureiro nos chamou e fizemos um convênio com a Prefeitura, para exibição de filmes para as escolas. Isso foi o pontapé inicial para abrirmos a sala 2, em 2009, e chegar à situação que estamos hoje”, lembra Panzenhagen.

Depois do Mini-Cisne (sala 2), em 2012 o cinema passou por outra revolução: a digitalização e exibição de filmes em 3D. “Isso nos facilitou o acesso aos filmes. Antes, tínhamos de pedir para as distribuidoras para exibirmos um filme. Hoje, já entramos no circuito nacional e estamos em dia com os lançamentos. Inclusive, às vezes não temos horário para lançar mais filmes, e grandes sucessos acabam ficando de fora”, relata, ao destacar que em breve serão lançados os filmes Rio 2, Noé e Capitão América.