CNEC Santo Ângelo disponibiliza equipamento que auxilia na leitura de deficientes visuais

0
83

Scanner permite codificar textos e transformá-los em áudio

Preocupada com a inclusão e acessibilidade à informação, a CNEC Santo Ângelo tem estado atenta aos lançamentos tecnológicos para garantir os melhores serviços aos seus alunos. Uma das últimas aquisições da rede, acessível tanto ao Iesa quanto ao Colégio Cenecista Sepé Tiaraju, é um scanner capaz de codificar textos e transformá-los em áudio.

O aparelho usa a mais recente tecnologia para o reconhecimento e leitura de caracteres de uma maneira clara, permitindo, assim, que o aluno tenha acesso a todas as obras, inclusive aquelas que não foram passadas para o braile.

Conforme explica o diretor da CNEC Santo Ângelo, Júlio Cesar Lindemann, aquisições como estas demonstram o verdadeiro comprometimento em disponibilizar o melhor serviço para todos os alunos, inclusive para aqueles que necessitam de atendimento diferenciado. “Estamos atentos às inovações tecnológicas, práticas e didáticas que venham a facilitar a formação educacional dos nossos alunos, entendendo isso como um dever”, completa.

De acordo com a professora Débora Scherer de Escobar, com o uso deste recurso os alunos podem desempenhar desde tarefas simples até as mais complexas. “Com o uso do scanner podemos digitalizar livros para serem lidos através de um editor de texto com voz sintetizada, o que facilita e agiliza o acesso à informação”, destaca.

Outra característica importante é o fato de o aluno poder gravar o material e levá-lo para casa. A acadêmica do curso de Pedagogia do Iesa, Deglin Voltz, conta que antes da biblioteca disponibilizar a ferramenta era sua mãe quem fazia a leitura das obras. “Às vezes ela cansava, mas eu queria saber mais daquele livro. Agora é diferente, eu pego o material, já em áudio, e ouço em casa quando quero”, comenta.

A utilização do scanner também fez com que a acadêmica utilizasse diariamente o computador. Muito organizada, Deglin tem todos os livros e materiais acadêmicos dentro de seu notebook. Conduz com facilidade os programas e acessa rapidamente os arquivos existentes.

Com o aluno da 8ª série do Colégio Sepé Tiaraju não é diferente. Arthur Pacheco Callegaro conta que consegue acompanhar todos os conteúdos trabalhados pelos professores naturalmente. Conforme a professora Débora, além das ferramentas especiais que auxiliam o acesso à informação, os alunos contam com acompanhamento especial na sala de Atendimento Educacional Especializado, no turno inverso ao das aulas.