Colheita do trigo deve começar no início de outubro

0
122

Clima desfavorável acarretará em redução da produção da cultura nessa safra

 A abertura oficial da colheira do trigo no Estado acontece no dia 3 de outubro, em Cruz Alta, no auditório da CCGL. O evento inicia com o painel Desafios da Triticultura Gaúcha e segue com a abertura às 11h, também na CCGL, situada às margens da ERS 342, Km 149. Já ao meio-dia inicia a 12ª Fenatrigo, no Parque Integrado de Exposições de Cruz Alta.

FASE ATUAL
Na região Noroeste do Rio Grande do Sul, a cultura se encontra nas fases de floração, formação de grãos e algumas lavouras já estão na fase de maturação de grãos. Conforme o engenheiro agrônomo da Emater, Álvaro Uggeri Rodrigues, a colheita deve seguir até o mês de novembro.

O CLIMA
Álvaro garante que o clima, de maneira geral, não tem sido favorável para o trigo, o que deve resultar em uma redução da produção da cultura nessa safra. “Precisamos fazer uma análise do comportamento climático durante todo o ciclo da cultura. Julho se caracterizou pelo excesso de chuvas, que prejudicou o desenvolvimento vegetativo da cultura e favoreceu o ataque de doenças. Em agosto quase não choveu e as temperaturas ficaram elevadas vários dias, o que fez com que ocorresse um aceramento do ciclo da cultura, que também não é ideal”, explica. Porém, entre agosto e setembro, o engenheiro destaca que houve uma recuperação em parte das perdas ocasionadas pelo excesso de umidade ocorrido anteriormente. “Ainda em setembro ocorreram geadas, quando a maior parte da cultura estava em formação de grãos. Ocorreram prejuízos devidos a este fenômeno climático, mas ainda não foi possível estabelecer as perdas, pois foram variáveis conforme a localidade, topografia e fase da cultura”, acrescenta.

Por conta das interferências climáticas, a Comissão Municipal de Estatísticas Agropécuárias (Comea), em sua última reunião, reduziu a estimativa inicial de produção de 45 sacas por hectare para 40, uma redução de 11,11%.