Com a chegada do verão, Vigilância Sanitária intensifica trabalho contra o Aedes aegypt

0
106

Sementes de crotalária, distribuídas para o combate do mosquito, estão nos últimos 50 kg Com a chegada do calor e do verão, o trabalho da Vigilância Sanitária de Santo Ângelo, com relação ao combate do Aedes aegypt, está sendo intensificado. Isso vem acontecendo, segundo a coordenadora da instituição, Selenir Arruda, mesmo que os focos do mosquito que transmite a dengue, chikungunya e zika vírus, estejam numa porcentagem de 0,35%, bem abaixo do que é tolerado, que é 1%.
De acordo com Selenir, a conscientização e a distribuição das sementes de crotalária, que antes eram só realizadas em eventos separados em fins de semana ou escolas, agora vem sendo realizados todos os dias, com visitas de agentes às casas dos santo-angelenses.

PORCENTAGEM FAVORÁVEL
Selenir destaca que a baixa porcentagem de focos do mosquito em Santo Ângelo é um ótimo resultado, e também relata que isso também parte da população santo-angelense, que tem se conscientizado de forma positiva. “Diariamente recebemos ligações de pessoas pedindo para verificar locais que possivelmente podem ter os focos”, declara.
Em março deste ano, o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Liraa), em Santo Ângelo, era de 4% dos e agora está em 0,35%.

CROTALÁRIA NO FIM
A coordenadora conta que as sementes de crotalária estão nos seus últimos 50 kg, e não serão encomendados mais. Ela também relata, que a semente da crotalária deve ser plantada agora em dezembro, para que nos ápice do verão, a planta esteja florescida. A crotalária atrai a libélula, predador natural do Aedes aegypti.