Começa na próxima semana aplicação da segunda dose da vacina contra o HPV

0
79

Campanha busca atingir adolescentes na faixa etária dos 11 aos 13 anos

Inicia-se na próxima terça-feira (2) a aplicação de mais uma dose da vacina que previne contra o câncer do colo do útero. Esta é a segunda etapa da Campanha de Vacinação Contra o HPV (vírus do papiloma humano). Ela é coordenada pela Secretaria de Saúde de Santo Ângelo. O público-alvo da ação são adolescentes na faixa etária entre 11 e 13 anos.

A enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica e Vacinação da Secretaria de Saúde de Santo Ângelo, Juliane da Rosa, diz que, junto com as atuais ações para o rastreamento do câncer do colo do útero, a vacinação possibilitará prevenir a doença nas próximas décadas, que é, atualmente, a quarta principal causa de morte por neoplasias entre mulheres no Brasil. Juliane destaca ainda que a vacina do papilomavírus foi introduzida no Calendário Nacional de Vacinação como uma estratégia de saúde pública com o objetivo de reforçar as atuais ações de prevenção do câncer do colo do útero.

APLICAÇÃO SOMENTE NAS ESCOLAS
Assim como na primeira etapa da Campanha de Vacinação Contra o HPV, a segunda dose será aplicada somente nas escolas. “A vacina não estará disponível nos postos de saúde do município”, acrescenta Juliane.

Cada adolescente receberá três doses da vacina para completar a proteção. A primeira dose foi aplicada entre 10 de março e 10 de abril, a segunda será aplicada agora, seis meses depois (entre 2 de setembro e 1º de outubro), e a terceira, cinco anos após a primeira dose.

PRIMEIRA VACINAÇÃO NA CIDADE ATINGIU 86,46% DO PÚBLICO-ALVO
A vacinação contra o HPV no Sistema Único de Saúde (SUS) teve uma cobertura vacinal nacional para a primeira dose de 85,67%, com 4.208.478 meninas vacinadas. De acordo com Juliane, em Santo Ângelo a população-alvo era de 1.743 adolescentes. Foram vacinadas 1.507, atingindo uma cobertura vacinal de 86,46%.

Em 2015, segundo o Ministério da Saúde, a vacina passará a ser oferecida para as adolescentes de 9 a 11 anos. A vacina contra o HPV tem eficácia comprovada para proteger mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus.