Conselheiros tutelares tomam posse amanhã

0
106

12 conselheiros, cinco titulares e sete suplentes, serão empossados em cerimônia às 9h

Em cerimônia que ocorre amanhã, às 9h, no plenário da Câmara de Vereadores de Santo Ângelo, serão empossados os novos conselheiros tutelares escolhidos em processo eleitoral realizado em outubro de 2015.

No total, 12 conselheiros tomarão posse, entre eles, cinco titulares, os mais votados nas eleições (Fábio Ávila da Silva, o Fabinho, Dulce Madureira, Lurdes Ritter, Vilmar Renner e Jonatã Rodrigues Ferreira) e sete suplentes (Eloísa Cavalheiro de Ávila, Alfredo Amaral Obregon, Viviani de Almeida, Márcio da Fonseca Taborda, Diana Konzen, Marlene Isaías Machado e Terezinha Erni Rockembach. Isso ocorre em função de nova lei do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) que entra em vigor.

Os conselheiros irão atuar em mandato que inicia amanhã e segue por quatro anos, até janeiro de 2020. A solenidade contará com presença de autoridades e os conselheiros serão empossados pela presidente do Comdica, Janira Manica e pelo prefeito Valdir Andres.
Um total de 6633 votantes participaram do processo eleitoral em 205 para a escolha dos novos conselheiros, nas 38 urnas espalhadas pela cidade. Após a apuração, foram eleitos, em ordem de votação Fabinho, com 920 votos; Dulce Madureira, com 902; professora Lurdinha, com 745; Vilmar Renner, com 554; e Jonatã Ferreira, com 397.

CONHEÇA O CURRÍCULO DOS CINCO CONSELHEIROS TITULARES
Fábio Ávila da Silva: é formado em Educação Física – licenciatura. Foi coordenador do Segundo Tempo, do Santo Ângelo, onde trabalhava com crianças e adolescentes em situações de risco e vulnerabilidade, através de projeto do governo Federal, que atendia no Núcleo do Sepé Harmonia cerca de 200 crianças.
Dulce Madureira: formada em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e pós-graduada em Ginástica Rítmica na UFRGS. Foi, ao longo de 17 anos, professora em sala de aula e durante 8 anos diretora da Escola Estadual Edi Lippert. Atuou como sub-secretária de Assistência Social e coordenadora de Autorizações de Exames na Secretaria de Saúde. Ainda atua junto ao Rotary Clube Cruz de Lorena, Pastoral da Criança e Conselho Antidrogas.
Lurdes Ritter: É formada no magistério, fez curso de Pedagogia-Plena e as habilitações de Orientação Educacional, Didática, Sociologia da Educação e Psicologia da Educação. Após, fez pós-graduação em Fundamentos Psicológicos da Educação Dom Bosco. Trabalhou na coordenação pedagógica da 14ª CRE e atuou em diversas instituições de educação ao longo de sua trajetória.
Vilmar Renner: Formado no Ensino Médio e em desenho técnico em mecânica. Atuou na Secretaria de Ação Social por quatro anos e durante um ano na Secretaria de Saúde, na área da pediatria. Têm mais de 10 anos de trabalho no Conselho Tutelar, com 18 cursos de capacitação, como conferências, encontros, seminários e demais eventos.
Jonatã Ferreira: É formado em psicologia pela URI: Além de psicólogo clínico, é jornalista por registro e é atualmente colunista do Jornal O Mensageiro. Está concluindo pós-graduação em Direitos Humanos e compõe o Conselho Municipal de Políticas Culturais.

EXPECTATIVA DOS NOVOS CONSELHEIROS

Fabinho – "Para esta gestão no Conselho Tutelar, a comunidade pode ter certeza que tentaremos formar um forte grupo de trabalho, tentaremos atender a todas as demandas que chegarem ao Conselho, colocando como prioridade o bem-estar da criança e do adolescente".

Dulce Madureira – "Vou dar o melhor de mim possível para desempenhar as atividades como conselheira tutelar. Unidos, iremos trabalhar pela comunidade santo-angelense. A expectativa é de mudança e de melhorar o que já vem sendo desenvolvido. Como venho frisando, a palavra-chave para desenvolver o trabalho é a prevenção".

Lurdinha – "Meu objetivo será fazer o máximo possível para a qualidade de vida das crianças, apostando também na prevenção daquilo que pode acontecer. Tinha muita curiosidade em conhecer o trabalho do Conselho Tutelar e agora tenho a possibilidade de ajudar atuando órgão. A expectativa é realizar um ótimo trabalho. unida aos demais conselheiros".

Vilmar Renner – "A minha perspectiva é dar continuidade ao trabalho que vinha desenvolvendo, com a ideia de melhorar o atendimento prestado à criança e ao adolescente, buscando apoio e ajuda necessária junto às entidades para desenvolver atividades com mais respeito aos direitos da criança e do adolescente, tratando isso como prioridade absoluta".

Jonatã Ferreira – "Tenho muitas expectativas e acredito que teremos muitas demandas, mas estamos preparados para responder a estas responsabilidades. Este quadro de conselheiros é qualificado, com conhecimentos em diversas áreas que juntas se complementarão, tratando a prevenção como eixo principal do nosso trabalho".