Cotrisa receberá trigo na condição de armazém geral

0
89

Segundo presidente Roberto Hass, capacidade de armazenamento é de 2,2 milhões de sacas

A Cooperativa Tritícola Regional Santo Ângelo Ltda. – Cotrisa estará com seus armazéns abertos para o recebimento da safra de trigo. A Cooperativa está registrada, desde 1987, no sistema de armazém geral.

Conforme o presidente da Cotrisa, Roberto Hass, a armazenagem será nos mesmos moldes do que é feito na Companhia Estadual de Silos e Armazéns – Cesa. “A Cooperativa será uma prestadora de serviços. O produtor nos deposita o cereal e entregamos um recibo, em nome do depositando, ficando livre a comercialização. Ele apenas pagará as despesas de armazenagem”, explica Hass.

SISTEMA DE ARMAZENAMENTO

A empresa possui postos de recebimento para guardar o trigo nos municípios de Guarani das Missões, Santo Ângelo (Parque Industrial e Restinga Seca), Entre-Ijuís (Esquina Gaúcha e atrás da Veisa) e São Paulo das Missões. A capacidade de depósito dos armazéns é de 2,2 milhões de sacas. A Cotrisa também aceita o cereal no sistema de moega, onde o trigo é moído e depositado, em Roque Gonzales, São Pedro do Butiá, Restinga Seca e Esquina Gaúcha.

COMERCIALIZAÇÃO DO CEREAL

O presidente da Cooperativa afirma ainda que o produto depositado somente poderá ser movimentado mediante autorização do produtor depositante, mas que mantém contatos com diversos moinhos, cerealistas, corretoras, todos estes interessados em adquirir trigo nos seus armazéns. “Para isso, o Departamento Comercial estará à disposição dos produtores para auxiliar na prospecção de negócios, com perspectivas de se obter bons preços para a safra a ser colhida”, ressalta Roberto.

Os produtores rurais que tiverem dúvidas poderão procurar a unidade mais próxima da Cotrisa.