Crianças e adolescentes do Cededica conhecem quartel do 7º RPMon

0
104

Ação faz parte de parceria entre Cededica e Proerd

Na tarde de quinta-feira (16), os jovens membros do Centro de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (Cededica) de Santo Ângelo participaram de uma programação especial no quartel do 7º Regimento de Polícia Montada (7º RPMon). “As crianças realizaram uma visita ao quartel para que os meninos conhecessem o funcionamento do 7º RPMon, visto que o Proerd, da Brigada Militar, trabalha em parceria com o Cededica para a área de Santo Ângelo, buscando a prevenção ao uso de drogas e à entrada no mundo da violência”, explicou a monitora do Proerd Gracieli Tschiedel.

Durante a tarde, os meninos puderam andar a cavalo e ver a parte do canil, além de conhecer o funcionamento do trabalho dos policiais militares. Posteriormente, foi realizado um lanche e uma partida de futebol. “Essa parceria entre Proerd e Cededica é muito importante, pois trabalhamos com a prevenção ao uso de drogas e à violência, e esse trabalho que estamos desenvolvendo em conjunto tem trazido bons resultados”, destacou Gracieli.

Já a enfermeira e professora de esporte do Cededica Juliana Inácio ressalta que a instituição atua no município há 18 anos e, atualmente, atende 48 crianças e adolescentes com idade entre 10 e 15 anos. O carro-chefe é o trabalho com ações preventivas, porém também são desenvolvidos outros programas, como execução de medidas socioeducativas de meio aberto. “Mas nosso foco principal é a prevenção, para evitar que essas crianças e adolescentes não precisem cumprir essas medidas no futuro”, destaca.

Sobre a parceria com o 7º RPMon, ela destaca ser de suma importância, pois é direcionada à área trabalhada pelo próprio Cededica. “Tem contribuído muito. As crianças são superenvolvidas. O desempenho escolar delas melhorou, o que também os auxiliou a decidir o que querem para futuro, que é uma vida longe das drogas”, frisa.

PARTICIPAÇÃO
Os critérios para fazer parte do grupo do Cededica são frequência e desempenho escolar. Além disso, as atividades são realizadas no turno inverso ao das aulas e há também o acompanhamento familiar com profissionais da pedagogia, psicopedagogia, psicologia, enfermagem e assistência social.