Daer afirma que ponte sobre o Rio Ijuí passou por inspeções técnicas em 2019

0
238
Sistema colocado para corrigir desgaste do vão central na reforma de 2011 é questionado pelos populares. Foto: Arnildo Copetti/JM

Fotos que estão circulando nas redes sociais voltaram a levantar a preocupação em relação à situação da ponte sobre o Rio Ijuí, na ERS-344, divisa entre os municípios de Santo Ângelo e Entre-Ijuís.

Fotos e vídeos da ponte foram publicadas pelo empresário Nerisson Abreu e desde então a polêmica se formou nas redes sociais. A maioria das pessoas demonstra preocupação em relação a situação da estrutura da ponte.

Temores relatados

As pessoas estão relatando temor em relação aos grampos colocados junto ao vão da ponte e indagando se esse material é suficiente para que a estrutura suporte o peso que passa pelo local. Segundo dados da Polícia Rodoviária Estadual, que possui um posto localizado cerca de 500 metros da ponte, são cerca de dez mil veículos que passam pela ponte diariamente.

De acordo com informações extraoficiais, a capacidade da ponte seria para veículos com até 38 toneladas, entretanto, é comum que veículos com carga bem acima desse peso passem pelo local, inclusive, no mesmo momento.

“Balanço” da Ponte

Outra referência que as pessoas fazem é quanto ao fato de que a ponte “balança” quando os veículos passam por ela, principalmente caminhões, carretas e ônibus.
Esse fato seria normal, de acordo com um engenheiro que não quis ser identificado. Isso ocorre porque é necessário essa flexibilidade para distribuir o peso de um veículo muito pesado. Quanto mais pesado o veículo mais se percebe .

Resposta do Daer 

A redação do Jornal das Missões entrou em contato com a Superintendência Regional do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), indagando sobre a situação da ponte.

Na resposta, Liana Ramos, do Núcleo de Assessoria de Imprensa do Daer, afirmou que: “O Daer esclarece que a ponte não oferece riscos aos usuários. Os grampos visíveis nas imagens divulgadas nas redes socais foram implantados para reforçar a estrutura.

Ao longo de 2019, a ponte passou por uma série de inspeções técnicas que constataram que não existem problemas em sua estrutura, sendo a última delas nos últimos meses do ano passado. Essa é uma ponte de projeto Classe I (NB-6, 1950) com capacidade para 36 toneladas. É importante ressaltar que essas inspeções ocorrem rotineiramente, a fim de identificar eventuais problemas e corrigi-los”.

Reforma foi realizada em 2011

Em 2011, a ponte sobre o Rio Ijuí passou por uma reforma devido a deterioração da estrutura. or cerca de um ano a travessia sobre o rio Ijuí ficou em meia pista e a ponte foi reformada pelo Daer, recebendo reforço estrutural e reperfilamento asfáltico.

Técnicos do Daer constataram o desgaste acelerado do degrau de uma das vigas existentes.

O problema afetou a faixa do lado direito da ponte (sentido Entre-Ijuís-Santo Ângelo), em razão do tráfego pesado de veículos no local. A ponte possui 227 metros de extensão.

Foram investidos R$ 817 mil nas obras de estabilização nos 15 metros do vão central, sem que houvesse a necessidade de interdição total da ponte.

Técnicos do Daer, que constataram o desgaste acelerado do degrau de uma das vigas existentes.

Foi nessa reforma que ocorreu a colocação dos grampos na base da estrutura do vão central. Para a realização dos trabalhos foi instalada uma sinaleira de controle do trânsito em meia pista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here