Delegacia da Susepe de Santo Ângelo recebe nova viatura-xadrez

0
79

Com um investimento de R$ 1,26 milhão, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) adquiriu 17 viaturas para auxiliar na remoção e transporte de presos e nos trabalhos administrativos dos estabelecimentos prisionais do Estado. O valor representa uma economia de R$ 840 mil aos cofres públicos, levando em conta o valor de mercado.

Do total de veículos, 12 são viaturas-xadrez (Fiat/Ducato), com capacidade para transporte de seis presos e escolta de seis agentes. Contam com equipamentos como radiotransmissores e videomonitoramento, além de um sistema de segurança diferenciado. Todas as regiões penitenciárias do Rio Grande do Sul serão contempladas. As outras cinco são viaturas administrativas (Chevrolet/Prisma) que auxiliarão na tramitação de documentos entre a Susepe e os demais órgãos correlacionados.

Conforme o delegado da 3ª Região Penitenciária, Irineu Koch, uma das viaturas-xadrez foi destinada a Santo Ângelo. "É a primeira vez que nossa região recebe uma viatura nova. Era uma necessidade nossa, já que percorremos cerca de 18 mil quilômetros por mês, enquanto que o presídio de Ijuí, que é maior, percorre em torno de 9 mil quilômetros", compara Koch.

Durante a entrega das viaturas, na manhã de segunda-feira (18), o governador Tarso Genro manifestou a atenção do Executivo com o sistema prisional. "Estamos qualificando e valorizando os servidores penitenciários como parte das nossas ações para a área da segurança pública. A Susepe vem fazendo uma reorganização. Estas viaturas são instrumentos para transportar de maneira segura e decente os apenados".

O secretário da Segurança Pública, Airton Michels, ressaltou que a aquisição das viaturas melhora o trabalho de escolta e garante mais segurança para os servidores e para a comunidade. "Os veículos possuem sistemas adequados às necessidades da Susepe. Isso possibilita uma maior qualidade para as atividades e agilidade nos deslocamentos. A população também ganha quando investimos no aparelhamento do sistema penitenciário", salienta.

ECONOMIA

De acordo com o titular da Susepe, Gelson Treiesleben, o preço unitário das viaturas foi de R$ 105 mil, gerando uma economia de, aproximadamente, R$ 70 mil por unidade e R$ 840 mil no total. "O valor referencial do pregão para cada viatura-xadrez era de R$ 175 mil, o que estima a economia garantida. Conseguimos um preço bastante inferior. O investimento do Estado na aquisição destes veículos foi de R$ 1,26 milhão. Se eles fossem adquiridos pelo preço de mercado, o gasto seria na ordem de R$ 2,1 milhões", destacou. Para as cinco viaturas administrativas, o investimento total foi de R$ 165 mil, sendo R$ 33 mil o valor unitário.

DISTRIBUIÇÃO

As viaturas foram entregues aos titulares das Delegacias Penitenciárias Regionais (DPRs). No Rio Grande do Sul são 10 regiões penitenciárias. Além das DPRs, o Núcleo de Segurança e Disciplina (NSD) da Susepe, responsável pelo transporte de presos para audiência e remoções, vai receber duas viaturas- xadrez. As cinco viaturas administrativas são para utilização do órgão central, em Porto Alegre.

Desde 2011 até agora, a frota para transporte de presos aumentou. Foram incorporadas quatro viaturas iguais as adquiridas recentemente, três ambulâncias e oito viaturas-xadrez com menor capacidade de lotação (Fiat/Doblô).