Dia das Crianças: comércio espera maior movimento para hoje

0
108

Em pesquisa realizada pelo Sindilojas/Missões, 90% dos comerciantes esperam aumento das vendas

O comércio local, especialmente do segmento infantil, espera para este sábado (11) um aumento nas vendas para o Dia das Crianças. Pesquisa realizada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Santo Ângelo (Sindilojas/Missões), com associados do ramo infantil, aponta que 90% dos entrevistados acreditam em um crescimento médio de 15% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Os outros 10% dos varejistas esperam uma diminuição na comercialização.

Segundo o Departamento de Pesquisas da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS), o dia 12 de outubro deve representar crescimento de 3% nas vendas em comparação com o mesmo período de 2013. Já a projeção da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS) aponta um crescimento de 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

ÚLTIMA HORA
O comércio varejista acredita que hoje será o dia de maior movimento e comercialização. Os comerciantes apostam na conhecida característica do brasileiro de deixar as compras para o último dia. “Sábado é o dia em que quase não se consegue entrar na loja, a maioria das pessoas deixa para comprar no último dia. A expectativa para hoje é altíssima. Este ano é atípico porque o Dia das Crianças é no domingo. Os pais sabem, pois as crianças já pedem antes, mas muitos padrinhos não se dão conta, pois não há feriado. Acabam lembrando no sábado mesmo e acabam comprando na última hora”, ressalta Taís de Moura Bernardi, proprietária da 7 de Setembro Livraria e Bazar, na Rua Marechal Floriano. A empresária acredita em um crescimento nas vendas em torno de 5 a 7%.

Na mesma linha, Márcia Milcke, proprietária da Mega Brinquedos, na Rua Antunes Ribas, avalia que hoje o movimento será acima do apresentado durante toda a semana. “É o que acaba acontecendo, são muitas vendas de última hora. Inclusive a clientela se programa antes, vem, escolhe o produto e deixa para efetuar a compra no sábado. O fluxo de movimento durante a semana não foi tão grande, mas as vendas estão ocorrendo”, aponta a comerciante, que salienta haver um incremento nas vendas por meio de divulgação dos produtos pela internet, via Facebook.

OS PRESENTES
O Dia das Crianças é a quarta data comemorativa que mais influencia positivamente no faturamento do comércio no País. Segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq), a data é responsável por 45% das vendas de brinquedos no Brasil. É neste período, considerado um termômetro para o Natal, que os fabricantes realizam os pré-lançamentos de seus produtos.

A comerciante Taís de Moura Bernardi frisa que um dos brinquedos mais procurados pelas meninas continua sendo a boneca Barbie e seus diversos modelos. Os tablets infantis e o boneco Furby (brinquedo eletrônico que simula um bichinho de estimação) também estão entre os mais procurados pelas crianças. Márcia Milcke aponta para uma grande procura, por parte dos meninos, do brinquedo Transformers. As meninas, além da Barbie, também optam pelas bonecas Polly e Lalaloopsy.
“Sem esquecer a Peppa Pig, que é um sucesso com a criançada”, lembra Márcia.

OS PEQUENOS
Michele Pulcinelli, mãe da pequena Isadora Lang, de 1 ano e 2 meses, explica como escolhe o brinquedo da filha, que aind a não tem idade suficiente para pedir: “Normalmente eu mostro para ela e vejo qual é a reação. Também pesquiso a indicação dos brinquedos por idade. Na idade da Isadora, por exemplo, o que mais chama a atenção são brinquedos luminosos e musicais e bolas ou alguma coisa com água e brinquedinhos dentro, algo que também chama bastante a atenção dela. Saímos juntas para escolher e eu mostro para ver com qual ela interage mais”.