Diretoria do Bairro Pilau deve se reunir com prefeito Andres para pedir início das aulas na nova escola de educação infantil

0
83

Lideranças destacam que Escola José Barcaro foi entregue em condições de entrar em funcionamento

Diante de afirmações na imprensa de que a Escola Municipal de Educação Infantil José Barcaro – inaugurada em 20 de dezembro de 2012 – não teria condições de entrar em funcionamento, o ex-secretário de Obras Airton Peruzzi garantiu ontem que a obra foi entregue em plenas condições.

Peruzzi afirma que conforme o que foi apurado, a situação de hoje é a mesma de 20 de dezembro, “com exceção de uma calha, em que não foi feita manutenção e ocasionou uma infiltração”, destaca. “Também uma parte do calçamento, com piso intertravado, cedeu e movimentou, mas em todas essas situações a empresa contratada para fazer a obra já havia sido notificada a respeito”, ressaltou.

Segundo informações do setor técnico da Secretaria de Obras, a capacidade instalada de energia só traria problemas se houvesse uma situação em que todos os equipamentos do prédio fossem ligados ao mesmo tempo. “Já é do conhecimento que há a necessidade de colocação de um transformador para que uma situação de falta de capacidade de energia não venha a ocorrer”, complementa Airton Peruzzi.

O ex-secretário ressalta ainda que em relação ao cercamento, já havia sido realizada a licitação e respectiva contratação da empresa para fazer essa obra.

Para o ex-prefeito Eduardo Loureiro, esta é “a maior creche do município de Santo Ângelo”. “Ela está ou estava em perfeitas condições de funcionamento. Jamais a prefeitura iria inaugurar uma obra sem que os engenheiros da Prefeitura vistoriassem a obra e dessem o ‘ok’. Eu e a comunidade vimos de perto que estava em perfeitas condições”, disse ele, em entrevista à Rádio Santo Ângelo.

O presidente do Núcleo Comunitário do Bairro Pilau, Nilton Netto da Silveira, que participou da inauguração da Escola José Barcaro com mais aproximadamente 80 pessoas, afirma que naquela ocasião “estava tudo nos conformes”, exceto o cercamento e a instalação do transformador de energia, já previstos.

AUDIÊNCIA COM O PREFEITO

“O que foi apontado de problemas não é motivo para não começar as aulas. Acredito que o problema maior seria a contratação de professores”, disse o líder comunitário, ao afirmar que já solicitou ao prefeito Valdir Andres uma audiência com a diretoria do bairro, ainda sem retorno da data e horário.

“É grande a expectativa dos moradores do Bairro Pilau. Há muitos pais que trabalham e vão deixar seus filhos ali na escola, não só do Bairro Pilau, mas de outros bairros que ficam próximos. A ausência dessa creche vai fazer muita falta, já que o pessoal se organizou para deixar seus filhos perto de casa. Como presidente do bairro, tenho que me manifestar, pois o início das aulas está próximo”, complementa Nilton da Silveira.

Ex-prefeito critica supervalorização de problema pequeno

O ex-prefeito Eduardo Loureiro, ao reafirmar que a Escola José Barcaro foi entregue em plenas condições de funcionamento, afirmou que “pode um problema pequeno ter ocorrido, mas nada que justifique o não funcionamento daquele espaço”.

“Fizeram agora o mesmo que haviam feito no ano passado, quando supervalorizaram uns pequenos problemas do Ginásio Marcelo Mioso. A prática tem sido a mesma, ou seja, fazer uso político dessas situações. São problemas pequenos, mas que eles acabam transformando em algo maior para justificar uma coisa que não querem fazer. Como a tônica agora é fazer economia, pode não quererem contratar profissionais para colocar a creche em funcionamento”, afirma o ex-prefeito.