Distanciamento Controlado: Região de Santo Ângelo segue na bandeira laranja

0
377
As regras deste mapa serão válidas de 25 até 31 de maio. Imagem: Divulgação/Governo do Estado RS

O terceiro mapa do Distanciamento Controlado manteve a região de Santo Ângelo na bandeira laranja (risco médio). As regras deste mapa serão válidas de 25 até 31 de maio.

Nesta semana, não há regiões classificadas como bandeira vermelha ou preta, e o mapa apresenta predominância de regiões em bandeira laranja.

Além da região R11 (que abrange os municípios das Missões), Santa Maria, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Cruz Alta, Palmeira das Missões, Erechim, Passo Fundo, Pelotas, Caxias do Sul e Lajeado estão na mesma classificação.

A divisão do estado tem o objetivo de equilibrar a prioridade de preservação da vida com uma retomada econômica responsável. O cálculo leva em conta 11 indicadores, segmentados em dois grupos: propagação do vírus e capacidade de atendimento de saúde. Com isso determina-se a aplicação de regras (chamados de protocolos) mais ou menos restritas para cada segmento de acordo com o risco calculado para cada região.

As regiões de Uruguaiana, Capão da Canoa e Santa Cruz do Sul, que tinham bandeira laranja na semana passada, estão, agora, na amarela, portanto, o Estado passa a ter oito regiões com risco baixo.

Assim, estão na bandeira amarela Uruguaiana, Capão da Canoa, Taquara, Ijuí, Santa Rosa, Bagé, Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul.

Ações de prevenção

Desde o início dos casos de coronavírus no país, o executivo municipal de Santo Ângelo vem adotando medidas de prevenção a transmissão da doença. Ainda em março foi publicado decreto recomendava o fechamento do comércio em geral pelo prazo inicial de 30 dias, com exceção dos serviços essenciais.

Em 16 de abril, prefeito assinou novo documento que reitera o estado de calamidade pública em todo o território do município para fins de prevenção e de enfrentamento à pandemia causada pelo Covid-19 – decreto foi publicado dias depois de o Governo do Estado ter a situação de calamidade pública reconhecida pelo governo federal devido à situação excepcional causada pela pandemia de coronavírus.

Ainda em abril, foram instaladas barreiras sanitárias nas vias de acesso à cidade, inclusive na rodoviária.

Casos

Desde o primeiro caso registrado – no dia 25 de abril-, são 31 confirmações de contágio pelo novo Coronavírus em Santo Ângelo, três óbitos, 13 pacientes recuperados, 71 casos descartados e três exames que ainda aguardam confirmação do Laboratório Central do Estado (Lacen).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here