Dnit estima que em uma semana lombadas eletrônicas em Coronel Barros entrem em funcionamento

0
85

Segundo o Dnit Noroeste é necessária apenas a ligação de energia por parte da RGE

A instalação de duas lombadas eletrônicas no km 477 da BR-285, em Coronel Barros, pretende reduzir os números de acidentes registrados neste trecho da rodovia. A informação do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) – Regional Noroeste de Cruz Alta, é de que os equipamentos instalados nos dois sentidos da via, podem entrar em funcionamento em uma semana.

Conforme o responsável pelo Dnit Noroeste, engenheiro Luiz Augusto Bassani, resta apenas que a Rio Grande Energia (RGE) efetue a ligação de energia elétrica nos equipamentos. No local, a velocidade máxima permitida será de 50 Km/h.

Os dois equipamentos de controle de velocidade na BR-285 próximo da Escola Municipal Miguel Burnier, tem o objetivo de assegurar maior tranquilidade aos alunos, professores, funcionários e demais usuários da rodovia federal na área urbana.

Por outro lado, segundo o engenheiro Bassani, há um projeto mais amplo que já está sendo executado, prevendo um viaduto e dois trevos para acessos e travessia urbana. “A obra está orçada em R$ 12 milhões e está na fase de realização de topografia”, frisa.

O chefe da Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Ijuí, inspetor Edmilso Schopf, falou que já existem equipamentos para redução de velocidade em vários trechos, considerados vulneráveis a acidentes, ao longo da BR-285. Há lombadas eletrônicas em Bozano, Ijuí e na Esquina Gaúcha em Entre-Ijuís. Já na Curva dos Castelhanos, em Vitória das Missões e no trevo de acesso a São Miguel das Missões estão em operação dois pardais.

Nestes trechos a velocidade máxima permitida é de 50 km/h. Segundo Schopf acrescenta dizendo que a PRF está operando ainda com três radares portáteis e desde a segunda-feira (29) utiliza um radar fotográfico, em diferentes pontos da BR-285. Nestes aparelhos a velocidade máxima é de 80 km/h, com tolerância de 7 km/h. “O radar fotográfico está registrando diariamente de 300 a 400 multas por excesso de velocidade. A maioria dos veículos de passeio são flagrados a mais de 140 km/h e caminhões a 110 km/h. Quando a velocidade for acima de 50% do limite permitido, o Detran abre um processo para suspensão do direito de dirigir do motorista flagrado”, finaliza.