Dunga acompanha o velório do seu pai em Ijuí

0
88

Edelceu Verri morreu às 12h30 desta quinta-feira no Hospital da Unimed de Ijuí

O ex-técnico da Seleção Brasileira Carlos Caetano Bledorn Verri, o Dunga, acompanhou as últimas horas de vida do seu pai, Edelceu Verri, que morreu às 12h30 desta quinta-feira (23), no Hospital da Unimed de Ijuí.

Dunga já estava em Ijuí na quarta-feira e visitou o pai no hospital, quando soube que o estado de saúde dele havia se agravado.

Assim que o corpo chegou à Capela da Funerária Ecumênica, no início da tarde, Dunga foi o primeiro a se aproximar para acompanhar o velório. Ele não falou com a imprensa, mas acenou com a possibilidade de conceder entrevista sobre a morte do pai logo após os atos fúnebres.

Edelceu Verri sofria do Mal de Alzheimer há mais de dez anos e estava internado no Hospital da Unimed, em Ijuí.

Segundo nota do Hospital da Unimed, Edelceu faleceu por falência múltipla de órgãos em decorrência de sepse e obstrução intestinal.

Edelceu Verri nasceu em Ijuí em 27 de agosto de 1940. O pai de Dunga também foi jogador de futebol, tendo atuado Esporte Clube São Luiz nos anos 60.