“É muito difícil fazer futebol no interior”, analisa o presidente do Santo Ângelo

0
111

Como presidente, Plínio Pereira diz ter conhecido realidade dos clubes de futebol do interior

Após passar de 3º vice-presidente à presidência da AER Santo Ângelo, Plínio Paulo Pereira assumiu a diretoria do clube em setembro de 2013 e organizou uma nova diretoria, buscando manter o time dentro das competições regionais e estaduais. “É muito difícil fazer futebol no interior, em Santo Ângelo, sem apoio”, afirma. Ele ressalta, no entanto, que as parcerias hoje existentes é que fazem a diferença para a manutenção do clube nos campeonatos.

Sobre sua experiência à frente do clube, Plínio destaca ter sido uma ótima oportunidade de conhecimento de como fazer futebol e conhecer de perto as dificuldades que existem em fazer futebol no interior. “Quando assumi, sabia das dificuldades financeiras do clube, porém busquei, junto com a diretoria e os apoiadores, sanar essas dificuldades da melhor maneira possível”, comenta, acrescentando que a manutenção do Santo Ângelo hoje nos campeonatos se deve muito ao apoio da torcida e dos patrocinadores. “Apoiadores como a Unimed, que sempre deixa as ambulâncias à nossa disposição em dias de jogo, a Cadile’s, que disponibiliza todo o material de treinamento desde que disputamos a Divisão de Acesso até o sub-19, e a Equilíbrio Academia são fundamentais. É claro que temos muitos outros e, em nome da direção, agradeço a confiança em nosso clube”, frisa.

Para a próxima direção, Plínio deixa, na sua análise, um plantel qualificado e preparado para enfrenter novos desafios. “Temos uma boa equipe atuando hoje. Provavelmente muitos dos que estão jogando hoje no sub-19 vão jogar na Divisão de Acesso no ano que vem. E espero que tenhamos bons resultados com o time de Santo Ângelo”, destaca.

A posse do novo presidente, Ricardo Huberto Timm, deve acontecer em meados de outubro, segundo Plínio. “Vamos esperar a Copa FGF Sub-19 terminar – e esperamos que nosso time ganhe a competição – para marcar a data”, afirma. Fazem parte da nova direção: Jorge Manoel Ribeiro, 1º vice-presidente; Cláudio Sommavilla, 2º vice-presidente; e Giuliano de Moura Beccon, 3º vice-presidente.