Empreendedores rurais investem na automação da produção leiteira

0
170
Prefeito em Exercício Bruno Hesse e o secretário da Agricultura conheceram a propriedade da Família Cassel, no Distrito da Atafona. Tarso Weber/AI Prefeitura de Santo Ângelo

A propriedade rural da Família Cassel, localizada em área de cem hectares no Distrito de Atafona, em Santo Ângelo, é uma das pioneiras no confinamento e na automação da produção leiteira e já registra aumento na produtividade com apenas dois meses de adesão ao sistema. O investimento gira em torno de R$ 1 milhão e a meta da família é continuar aperfeiçoando a produção com a robotização da ordenha.

A família também atua na suinocultura com um plantel de mais de 1,8 mil animais, e é uma das primeiras integradas da Alibem Alimentos.

Na manhã desta terça-feira, 07, o prefeito em Exercício Bruno Hesse e o secretário municipal da Agricultura, Gilmar Borges, estiveram conhecendo as novas instalações da propriedade e destacando a importância do investimento em tecnologia para fomentar o desenvolvimento da produção leiteira. Eles foram recebidos pela família empreendedora rural, Nardeli e Ana Maria, e pelo filho Fábio Cassel.

A equipe do Escritório Municipal da Emater, chefiada pelo agrônomo Álvaro Uggeri Rodrigues, e formada pela agrônoma Márcia Dezen, e as estagiárias do Curso Técnico em Agricultura do Instituto Federal Farroupilha de Santo Ângelo, Sandy Couto e Luciana Schmidt Emeer, acompanharam a visita.

CONFINAMENTO

A família investiu na construção de um galpão alvenaria com mais de 1,5 mil metros quadrados, com climatização, ventilação, iluminação controlada e bebedouros automatizados, dotado de sistema de vídeomonitoramento, e com capacidade para confinar cerca de 100 bovinos. De acordo com o produtor Nardeli Cassel, atualmente o plantel de cerca de 70 reses atingiu, em dezembro, uma produção de 54 mil litros, representando média de 1,8 mil litros/dia.

Nardeli explicou que a decisão pela automação foi tomada em virtude da dificuldade de encontrar mão de obra para o setor leiteiro, mesmo com um vasto campo de trabalho e um salário considerado atrativo pelo produtor. “Isto também nos leva a projetar a robotização da produção leiteira”, assinalou.

Bruno Hesse gostou do que viu e parabenizou os empreendedores rurais pelos investimentos em tecnologia como ferramenta para o incremento da produção leiteira no município. “É um investimento bastante alto, mas consolida financeiramente a propriedade e o aumento da produção”, declarou o prefeito em Exercício.

Fábio Cassel, sócio do pai em setores produtivos da propriedade, está bastante otimista com o investimento e constatou que, em apenas dois meses de confinamento, o aumento na produção por animal alcançou em torno de 50%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here