Especial 37 anos JM: Lia Almeida, sete anos de dedicação aos clientes

0
185
Lia e a filha Ana Luisa

Comecei a trabalhar no Jornal das Missões em 2011. Iniciei na área de vendas de assinatura, acho que fiquei um mês vendendo só isso, e vendia bastante (acho até que se admiraram de tanta assinatura que fiz naquele mês e nos seguintes). Tinha experiência e aí acredito que os clientes se tornaram amigos e tinham em mim uma confiança. Minha meta sempre cumpria.

Lembro que naquela época a Robriane Raguzzoni Loureiro, que era diretora comercial do Jornal, gostou do meu resultado e me convidou para vender publicidade também. Aceitei. Aí comecei a atender clientes que outros vendedores não atendiam (normalmente empresas grandes já estão na carteira dos vendedores mais antigos), aí eu investia nos menores.

Fiquei quase sete anos trabalhando no JM.

Passei por muitos momentos bons. Fiz amigos, pessoas que são importantes até hoje. O Oda Kotowski, o Tiarajú Goldschmidt e a Robriane, essas pessoas são muito especiais para mim.

Lembro que a Robriane me ajudou muito. Ela foi muito importante no meu crescimento, tanto no trabalho, quanto na vida. Até quando quis sair do Jornal, por motivos pessoais, a Robriane me ajudou. Infelizmente, por opção, acabei saindo da empresa. Para mim ela foi muito boa.

Além disso, empresa investia bastante no aperfeiçoamento da equipe de vendas. Fiz alguns cursos que contribuíram para vender mais.

Acredito que minha relação com o JM foi um momento de aprendizado, amizades e desenvolvimento pessoal e profissional.

Guardo com carinho a experiência que tive aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here