Familiares e amigos dão adeus a cinco santo-angelenses vítimas da tragédia em Santa Maria

0
81

Mais de 700 pessoas se despediram de três das cinco vitimas em uma missa na Catedral Angelopolitana

Familiares e amigos deram o último adeus aos mortos no incêndio na boate Kiss em Santa Maria, nesta segunda-feira (28). Mais de 700 pessoas se despediram de três das cinco vítimas santo-angelenses durante uma missa de corpo presente realizada na manhã de ontem, na Catedral Angelopolitana.

Durante a celebração foi difícil conter a emoção. Até mesmo quem não conhecia as vítimas chorou entre uma reza e outra; entre um canto e outro.

A missa foi na presença dos corpos dos jovens Benhur Retzlaf Rodrigues, 19 anos; Matheus Engers Rebolho, 18 anos e Laureane Salapata da Silva, 21 anos, que foram sepultados por volta das 11h. Os corpos de Fernando Michel de Vogarins Parcianello, 22 anos e Vinícius Uggeri, 23 anos, não participaram da celebração porque foram sepultados um pouco mais cedo.

Por pelo menos três momentos, até o padre Rosalvo Frey, que celebrou a missa com outros dois sacerdotes, se emocionou. “É difícil não se emocionar ainda mais quando me vem na lembrança que foi eu quem celebrou o batismo e a primeira eucaristia desses jovens”, falou.

DESPEDIDA DE AMIGOS

Um grupo de amigos de Laureane prestou uma homenagem a jovem com a leitura de uma mensagem. Nela, os amigos recordavam a infância e os momentos vividos na sala de aula. 

Do lado de fora da Catedral outras dezenas de pessoas aguardavam a saída dos corpos para, em cortejo, irem até os cemitérios para participar do sepultamento.

AS VÍTIMAS

A estudante Laureane Salapata da Silva estava no quarto semestre do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Seu sonho era cursar Medicina.

Benhur Rodrigues estava no segundo semestre de Engenharia Civil.

Vinicius Uggeri era acadêmico do oitavo semestre de Direito na URI de Santo Ângelo e estava visitando a irmã, que estuda na UFSM.

Matheus Rebolho cursava o terceiro semestre de Direito no Iesa também em Santo Ângelo, e estava em Santa Maria visitando o amigo de infância Benhur Rodrigues.

Já Fernando Michel de Vogarins Parcianello trabalhava em um shopping da cidade.