Festival Cidade das Tortas espera vender cerca de 75 mil fatias este ano

0
85

Evento será realizado no Centro Histórico Santo Ângelo Custódio de 5 a 9 de setembro

A partir da quarta-feira, dia 5, a domingo, 9 de setembro, o Sindicato de Hotéis Restaurantes Bares e Similares de Santo Ângelo, realiza a 8ª edição do Festival Cidade das Tortas, no Centro Histórico de Santo Ângelo. O objetivo é cooperar para o desenvolvimento econômico e cultural do município de Santo Ângelo e da região das Missões através da gastronomia.

Os participantes do Festival podem contar com uma diversificada programação com oficinas de capacitação gastronômica, demonstração de modernos equipamentos e produtos culinários, cozinhas experimentais, atrações culturais e de lazer, shows, festival de bandas marciais, praça de alimentação para degustação do festival de tortas, bolos, confeitos, chocolates e produtos naturais. “O Burzum já está confirmado e fará apresentações no dia 6 e dia 8. No dia 9, teremos apresentações de bandas marciais. Estamos viabilizando apresentações de corais e a realização de cursos de panificação”, aponta Romaldo Melher, coordenador do evento em 2012.

As metas para esse ano são receber 40 mil visitantes e comercializar cerca 75 mil fatias de tortas. “O sucesso de público do Festival pode ser verificado pela quantidade de fatias comercializadas”, salienta.

No ano passado, o Cidade das Tortas comercializou 67 mil pedaços de tortas em seis dias de evento. Só no último dia, foram comercializados cerca de 13 mil kg.

HORÁRIOS

Os horários de funcionamento do Festival serão: na quarta-feira (5), das 18h às 22h e na quinta-feira (6), sexta-feira (7), sábado (8) e domingo (9), das 10h às 22h.

APOIO

O evento tem o apoio da Prefeitura Municipal de Santo Ângelo; Conselho Municipal de Turismo de Santo Ângelo; Sesc; Senac; 14ª Coordenadoria Regional de Educação; Fundação dos Municípios das Missões e Instituto Iguassu Misiones.

História do Festival Cidade das Tortas

Foi em meados de 2002 que um grupo de empresas percebeu que mais do que pertencer ao mesmo setor econômico, tinham outro elemento muito forte em comum, confeccionavam saborosas e diferenciadas tortas.

O primeiro passo foi criar a Associação Cidade das Tortas. Entre os primeiros objetivos estava disseminar o que é considerado um verdadeiro dom herdado de geração para geração – o dom de produzir tortas. Mas o grupo tinha como ideal transformar Santo Ângelo num pólo turístico, cultural e gastronômico.

Desde o seu nascimento, a Associação Cidade das tortas participou de diversos eventos, até que em 2005 resolveu criar o Festival Cidade das Tortas, que ao longo de seis anos cresceu e se consolidou como um dos principais eventos gastronômicos do interior do estado.

O Festival já nasceu grande: na sua primeira edição foi realizada no Pavilhão 1 no Parque da Fenamilho. Já em sua segunda edição, no ano seguinte, também no Parque da Fenamilho, o festival foi manchete nacional ao produzir a Torta de 300 Sabores. Na edição de 2007 o destaque foi a realização do Concurso da Melhor Torta do Mundo, voltada para crianças de escolas de Ensino Fundamental. No ano de 2008, com o objetivo de se aproximar ainda mais do público, veio a escolha de novo local, o largo da Praça Pinheiro Machado, Centro Histórico Municipal. Desde a 4ª edição do Festival o ingresso ao evento também passou a ser livre. Em 2009, na 5ª edição, além do sucesso total de público que consolidou a escolha do novo local, as delícias gastronômicas se juntaram ao artesanato missioneiro e as diversas apresentações artísticas. Em 2010, a sexta edição do Festival ganhou uma nova entidade organizadora, o Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Santo Ângelo. Em 2011, o Festival bateu o recorde de comercialização, com cerca de 67 mil fatias de tortas comercializadas.