Formenton teme pela continuidade do Programa de Aquisição de Alimentos

0
88

PAA beneficia 204 pequenos produtores com a compra direta de 54 produtos diferentes

 O vereador Diomar Formenton está preocupado com noticia publicada em coluna de jornal assinada pelo prefeito Valdir Andres, sobre o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).
Conforme a publicação, os alimentos do PAA apresentam um custo ao município que é o dobro do valor repassado pelo Governo Federal para a compra desses produtos.
Ao conceder entrevista nesta semana ao Programa Rádio Visão, da Rádio Santo Ângelo, o vereador afirmou que a referida notícia dada na coluna do jornal e assinada pelo prefeito não procede.
Segundo Diomar, o Governo Federal, através do MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) na 2ª edição do PAA, enviou ao município de Santo Ângelo R$ 1.321.730,61. Já a contrapartida do município foi de apenas R$ 118.808,66, o que corresponde a menos de 9% do valor conveniado.
TERMO DE ADESÃO
Diomar afirmou que o município de Santo Ângelo está capacitado a realizar o termo de adesão por cinco anos, desde o dia 7 de dezembro de 2012, sendo que o prazo vai até o dia 29 de março deste ano.
Segundo o vereador, o seu medo e também dos agricultores familiares do município é que o novo prefeito não assine o termo de adesão ao PAA, junto ao Ministério do Desenvolvimento Social.
Atualmente o PAA – Programa de Aquisição de Alimentos envolve 204 pequenos agricultores que fornecem 54 produtos, com preço de mercado inclusive alguns abaixo desse valor.
Diomar Formenton disse que visitou a coordenadora nacional do PAA, Mariângela Devis, em Brasília no dia 28 de janeiro, ocasião em que ela confirmou a excelente organização existente na Prefeitura de Santo Ângelo.