‘Governo deve assumir nova postura’, diz presidente do PT local, Clédio Pereira

0
97

A diferença na capital das Missões foi de 3.592 votos

Diferentemente do que ocorreu no Estado, em Santo Ângelo a vencedora no pleito presidencial foi a presidente Dilma Rousseff (PT). O município fez coro com a maioria do País na votação apertada que reelegeu a petista no último domingo (26). A diferença na capital das Missões foi de 3.592 votos – foram 24.897 votos para Dilma e 21.305 para Aécio Neves (PSDB).

O presidente do Partido dos Trabalhadores de Santo Ângelo, Clédio Pereira, destaca que toda a estrutura de campanha dos militantes da região das Missões foi trabalhada para garantir a vitória da presidente Dilma Rousseff e do governador Tarso Genro. “Sempre soubemos das dificuldades de campanha em segundo turno, mas, com nossa militância e respeito ao adversário, apostamos na popularidade de Dilma no município e ficamos muito contentes com o resultado”, ressalta.

NOVA POSTURA
Na visão do presidente, o governo do País deve assumir uma nova postura, com uma reforma na estrutura dos ministérios, nomeando novas pessoas à frente das pastas importantes para o desenvolvimento do Brasil. “Acredito numa nova postura da presidente. O governo vai se renovar e haverá trocas de ministros. Essas mudanças devem ocorrer nos próximos meses para começar a nova gestão com todo o projeto já estruturado”, afirma. “Haverá renovação para criar uma nova oxigenação, para que as políticas de governo sejam implementadas”, frisa.

DERROTA NO ESTADO
Apesar de feliz com o resultado da votação para a Presidência, Clédio lamenta a derrota do candidato à reeleição Tarso Genro. Segundo ele, ao mesmo tempo em que foi trabalhada a reeleição da presidente Dilma, foi trabalhada também a de Tarso, buscando manter um contato expresso entre Estado e União. No entanto, com Sartori eleito e fazendo parte do mesmo partido que é vice de Dilma, o contato para a busca de recursos deve ocorrer.

“O novo governador disse, em campanha, que daria continuidade aos projetos sociais que o PT implementou em governo. É o que esperamos”, conclui.