Governo Municipal trabalha em mais 14 quadras de asfaltamento

0
66
Está sendo concluída a pavimentação da Avenida Apolinário Dornelles e de trecho da Rua Marechal Floriano, ambas na zona norte da cidade. Fernando Gomes/Prefeitura de Santo Ângelo

O programa de revitalização da malha viária urbana do Governo Municipal continua em ritmo intenso no período pós-eleitoral. Na manhã de segunda-feira, 16, as empresas contratadas pelo programa, abriram os trabalhos pavimentando mais 14 quadras na zona norte da cidade.

No final da tarde desta quarta-feira, 18, o prefeito reeleito Jacques Barbosa esteve acompanhando os trabalhos de pavimentação na Avenida Apolinário Dornelles, Bairro Dornelles, com a construção de cinco quadras, trecho entre a Rua Cerro Largo até o final da avenida.

Jacques também vistoriou a continuidade das obras de asfaltamento da Rua Marechal Floriano, trecho de nove quadras, entre as ruas Padre Manoel da Nóbrega e 22 de Março. A pavimentação dá prosseguimento ao projeto de recuperação da malha viária da Rua Marechal Floriano, uma das principais artérias da área urbana. O projeto teve início a partir da Avenida Salgado Filho e deve seguir a extensão da rua com a malha com problemas de adensamento.

“Vamos seguir normalmente o nosso cronograma de obras, não apenas de pavimentação, mas da extensão da modernização do sistema de iluminação pública para os acessos aos bairros da cidade. Todos os programas em andamento serão mantidos, com o mesmo ritmo”, garantiu o prefeito reeleito.

NÚMEROS

Com mais estas 14 quadras, o governo do prefeito Jacques avança para fechar o seu primeiro mandato com quase 500 quadras asfaltadas, média de 10,4 quadras pavimentadas por mês e 125 quadras anuais.

São obras que mudam o perfil de Santo Ângelo com a criação de rotas alternativas de trânsito; agilidade no deslocamento para o transporte coletivo; qualidade na infraestrutura urbana; valorização dos imóveis; e investimentos que geraram empregos temporários.

São mais de R$ 21 milhões investidos pela atual gestão na reconstrução da malha viária da cidade, com recursos do Pró-Transporte – R$ 15,6 milhões -; do ressarcimento da Corsan ao município (R$ 3,1 milhões); do Badesul (R$ 2 milhões) e de emendas parlamentares (R$ 1 milhão), mais a contrapartida financeira do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here