Há cinco meses sem receber pagamento, produtores são orientados sobre calote do leite

0
114

Produtores foram orientados a solicitar habilitação ao crédito

Em reunião realizada nesta semana, produtores de Santo Ângelo e região receberam orientações da assessoria jurídica e da Fetag quanto ao calote das empresas de leite. Faz cinco meses que os produtores não recebem o pagamento pelo leite entregue às empresas, sendo a última uma empresa que entrou em autoliquidação.

Sobre esse último caso, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Oswaldino Lucca, afirmou que em algumas regiões houve produtores que ingressaram na Justiça para receber os valores, mas que a orientação da assessoria jurídica foi de que, com a recuperação judicial, os produtores se habilitem aos créditos a receber. “Em torno de 15 dias deve sair a relação dos credores, então aqueles produtores cujo crédito na venda do leite foi reconhecido estarão habilitados a receber os valores”, diz, explicando que é necessário ter a nota ou ficha de entrega do produto para solicitar a habilitação ao crédito.

PREOCUPAÇÃO
Há esperança de receber os débitos, conforme o presidente do sindicato. No entanto, não há uma estimativa de tempo para que isso ocorra. “Só esperamos que não aconteça o que aconteceu com uma empresa cujos liquidantes deram dez anos de prazo com carência de dois anos, 50% de desconto e juro de 2% ao ano. Isso foi mais um golpe para o agricultor”, indigna-se Lucca.