Homens participam da Cozinha Didática da Emater

0
116

No espaço da Emater na Expodireto, pela primeira vez, homens se integram às atividades

Pela primeira vez a Cozinha Didática, no espaço da Emater/RS-Ascar, na Expodireto, conta com a participação de homens no grupo de trabalho. Essa inovação veio para abordar a questão de gênero, tema presente em todas as famílias. O local, dedicado a realização de oficinas que demonstram diversas formas de processamento dos alimentos produzidos nas propriedades, está recebendo a colaboração dos extensionistas Paulo Zambra e Jair Bazzan na apresentação das receitas.

“Essa é uma oportunidade de mostrar que não são só as mulheres que podem estar na cozinha. Nós, da Emater, temos que fomentar não só a produção de alimentos, mas também o caráter social que é a relação nas famílias. Neste espaço temos muitas mensagens desde questões de sustentabilidade das propriedades e de segurança alimentar até mostrar como a distribuição de tarefas nas famílias pode contribuir para o bem-estar comum”, avalia Zambra. A Cozinha Didática traz, além do gênero masculino desenvolvendo as oficinas, a cenoura como tema central deste ano. Ao longo da semana foram apresentadas receitas de Patê de Cenoura com Frango, pela extensionista Rosane Treviso, de Ernestina, e Rosita Hering, de Cruz Alta; de Bolo de Cenoura com Nozes, apresentada pelas extensionistas Rosane e Luciana Gobbi, de Passo Fundo. Já os extensionistas Paulo Zambra e Jair Bazzan apresentaram receitas de schimier de cenoura e de conserva de cenoura. Na sexta-feira (14), último dia da Expodireto, a oficina será às 10h com as extensionistas Rosane e Rosita com a receita de suco misto.

A extensionista regional social e coordenadora da Cozinha Didática, Márcia Barboza Breitenbach, lembra que o trabalho nesta parcela tem interface com a da horticultura e com a da agroindustrialização dos produtos. “Se buscou oferecer receitas práticas, em que o agricultor possa fazer em casa, diversificando e enriquecendo a sua alimentação e/ou aperfeiçoando os seus processos de agroindustrialização para comercialização no mercado local”, explica Márcia.

A jovem Francismara Mignoni, do município de Caseiros, visitou a Expodireto pela primeira vez. Filha de produtores rurais, atualmente morando com a avó, a adolescente veio para “aprender coisas”. Para isso ela visitou o Espaço da Emater/RS-Ascar e acompanhou uma das oficinas realizadas na Cozinha Didática. “Quero conhecer coisas novas para levar para a propriedade dos meus pais, porque quero mais tarde também trabalhar lá”, revela Francismara.