Idoso sofre mal súbito e cão de estimação fica ao seu lado até a chegada do Samu

0
587
Ontem (21), o agrônomo e advogado Edgar Fucks já estava brincando com o cãozinho Jacke na calçada em frente a pensão em que mora na rua Andradas. Foto: Oda Kotowski/JM

Um cão roubou a cena após um mal súbito ocorrido no Centro de Santo Ângelo, na manhã de segunda-feira (20). O fato ocorreu justamente na data em que se comemorou o Dia do Amigo. Após o dono ter um desmaio provocado por uma arritmia, Jacke – cão sem raça definida e que tem aproximadamente 6 anos de idade – ficou ao lado do agrônomo e advogado Edgar Fucks, 70 anos, até a chegada do Samu.

Edgar mora numa pensão na rua Andradas e naquele dia caminhou pouco mais de duas quadras acompanhado do cão Jacke até chegar numa loja de telefonia para fazer uma recarga em seu aparelho. Enquanto aguardava na fila, se sentiu mal e desmaiou. “Eu apenas me lembro que alguém da loja disse: Vamos colocar ele deitado até o Samu chegar e ainda escutava muito longe”, recorda Edgar que foi colocado em um sofá. Ao seu lado, com uma atitude instintiva e fiel, o cão Jacke manteve-se até que os socorristas do Samu chegassem.

DURANTE A REMOÇÃO

Durante o atendimento do Samu, o cão Jacke não desgrudou do seu dono de estimação. Foto: reprodução

O idoso foi atendido e levado ao Hospital Santo Ângelo onde passou por exames clínicos e foi liberado depois de cerca de três horas. “Durante a remoção, o cão não queria sair de cima da maca. Uma das socorristas até comentou com a equipe em levar o cãozinho junto ao hospital para que ele não ficasse sozinho, mas na hora de colocar na ambulância, o cão saiu”, conta André Willms, funcionário da loja da Oi.

A PROCURA DO DONO

Segundo André, ao perder de vista o seu dono, o cão voltou para casa. “Como não encontrou o seu Edgar voltou até a loja para ver se ele estava lá até que retornou para casa novamente”, relata.

Era final de tarde quando Edgar voltou do hospital para sua casa, deitou na cama e de repente o cão Jacke apareceu para lhe dar carinho. “Na verdade eu tenho a propriedade do Jacke apenas por estimação, pois o verdadeiro dono era um vendedor de picolés que não mora mais aqui e já faleceu. O Jacke dorme comigo, eu dou comida, atenção e carinho para ele. Mesmo que eu saia escondido de casa o cachorro me encontra só pelo faro”, diz o advogado.

PERSPICÁCIA ANIMAL

Edgar se impressiona com a inteligência do animal. “Ele já está acostumado com o trânsito e com as pessoas. Aqui na pensão (onde ele mora) o Jacke gosta de todos os moradores, mas é mais apegado comigo. Nas noites de frio ele dorme comigo ou em cima de um pelego”, conta.

O idoso diz que valoriza muito os animais com cães e gatos. “Se a sociedade tivesse o mesmo respeito e o carinho que os animais de estimação tem pelas pessoas, o mundo seria bem melhor. Os animais têm poder até para minimizar alguns problemas de saúde de humanos. A pessoa que diz que está sozinha, na verdade não percebeu que pode estar com a sua própria companhia e ao lado de um animal de estimação, por isso adote”, diz.

DEFENSOR DOS ANIMAIS

Edgar Fucks é um defensor dos animais. De acordo com ele, há um tempo ele realizou denúncias de maus tratos a animais após flagrar um homem espancando um cachorro na zona sul de Santo Ângelo.

Ontem (21), Edgar e Jacke já estavam caminhando juntos novamente na calçada em frente a pensão onde moram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here