Indústria é responsável por 40% da arrecadação do ICMS em Santo Ângelo

0
80

Na cidade, das mais de 3.700 empresas, 700 são indústrias

No dia 25 de maio é comemorado em todo o país o “Dia da Indústria”. Em Santo Ângelo, das mais de 3.700 empresas, 700 são indústrias e juntas representam cerca de 40% da arrecadação do ICMS. A informação é do secretário de Indústria e Comércio, Leonesildo Bertê. Dentre os setores de destaque estão o metalúrgico, o da alimentação e o de fitoterápicos.

No setor metalúrgico a Fundimisa é uma referência com duas plantas industriais em operação. Na alimentação a cidade possui empresas como o Frigorífico Alibem, a Vonpar e o Frigorífico Callegaro. Já no setor de fitoterápicos atuam empresas como Laboratórios Tiaraju, Suplan, Terra Mais e Milanesca. Além disso, a cidade possui empresas atuando na área de transformação, como serralherias, e no setor moveleiro.

Bertê diz que essa é uma data a comemorar e que o município está trabalhando pelo desenvolvimento do setor. Ele conta que Santo Angelo terá mais três parques industriais, sendo que dois em breve entrarão em funcionamento. “O primeiro fica nas margens da ERS-344, próxima à Camera, numa área de 24,3 hectares. O segundo na ERS-218, num espaço de 7,8 hectares onde deverá funcionar uma fábrica de ração e outra de lecitina de soja; e o terceiro no Bairro Haller, próximo ao Frigorífico Callegaro”, detalha.

PARQUE TECNOLÓGICO
O secretário Leonesildo Bertê diz que o grande desafio da cidade é a implantação do Parque Tecnológico previsto para ser feito dentro do Parque da Fenamilho. “O projeto foi cadastrado no Ministério de Ciência e Tecnologia e há uma verba proveniente de emenda parlamentar do deputado federal Darcísio Perondi, no valor de R$ 300 mil. Somado à contrapartida da Prefeitura, o investimento inicial deve ficar em R$ 327 mil”, completa.