Lideranças santo-angelenses visitam Parque Tecnológico da PUC em Porto Alegre

0
99

Visita teve por objetivo a busca pelo aperfeiçoamento do projeto de Parque Tecnológico que será impl

O presidente da Câmara de Vereadores de Santo Ângelo, Jacques Barbosa, juntamente com lideranças municipais esteve na quarta-feira, dia 20, visitando o Parque Científico e Tecnológico da PUCRS – TecnoPuc. Durante a visita técnica, o grupo conheceu a estrutura e o processo de instalação, desenvolvimento e pesquisa do TecnoPUC, que é considerado o parque tecnológico mais avançado da América Latina. A comitiva pôde ainda informar-se sobre os cases de sucesso de várias empresas incubadoras, instaladas no TecnoPUC.

Com uma área de 5,4 hectares, localizada na PUC, o TecnoPUC abriga atualmente cem empresas e entidades, que empregam 5,8 mil pessoas. O TecnoPUC é um parque científico e tecnológico multissetorial, focado em quatro áreas: Tecnologia da Informação e Comunicação e Eletroeletrônica, Energia e Meio Ambiente, Ciências da Vida e Indústria Criativa.

De acordo com Jacques, o parque Tecnológico de Santo Ângelo deverá ter características semelhantes a do Tecnopuc, estimulando a pesquisa e a inovação por meio de ação simultânea entre instituições de ensino, entidades privadas e governo. “A exemplo do que observamos em grandes centros, o projeto para Santo Ângelo engloba empresas de diferentes portes, entidades e os núcleos de pesquisa das nossas instituições de ensino”, salientou o presidente do Legislativo.

No dia 19 o projeto foi defendido em Brasília, junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Para o vereador, a reunião foi bastante positiva. O presidente disse ainda que a implantação do Parque Tecnológico resultará no desenvolvimento do município e região. “O projeto irá beneficiar toda a nossa região, principalmente porque que o principal objetivo é o estreitamento dos laços da universidade e centros de pesquisa com o setor produtivo empresarial. Este estreitamento será através do desenvolvimento de um sistema local de inovação, em que se estabeleça um esforço institucional de articulação entre a pesquisa básica e aplicada da universidade, o desenvolvimento de produtos e processos em parceria com as empresas tecnológicas, buscando inovações e gerando benefícios para a nossa sociedade”, explicou.

Integraram o grupo de Santo Ângelo, que visitou o TecnoPUC, o presidente da Câmara de Vereadores, Jacques Barbosa; os vereadores, Osvaldir Ribeiro de Souza e Vinícius Makvitz; pelos secretários de Planejamento e Indústria e Comércio, Nery Franco e Leonesildo Bertê; pela administradora, professora da URI e conselheira do Conselho Regional do Administração (CRA/RS); Helenice Reis; pelo professor do Iesa, Renato Przyczynsk; representando a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Edegar Meotti e Luciano Teixeira e pelo presidente do Sindilojas, Luiz Carlos Dallepiane.

Os Parques Tecnológicos

A criação de parques tecnológicos são crescentes no Brasil, que possui vários exemplos de iniciativas dessa natureza. Um parque tecnológico compreende uma área física delimitada, convenientemente urbanizada, destinada às empresas intensivas em tecnologia que se estabelecem próximas às universidades com o objetivo de aproveitarem a capacidade científica e técnica dos pesquisadores e seus laboratórios, assim como o desenvolvimento empresarial e econômico do município e região.