Lombadas eletrônicas em Esquina Gaúcha podem começar a funcionar nesta semana

0
94

Instalação dos equipamentos é feita pelo Dnit atendendo a reivindicação da comunidade

Devem entrar em funcionamento ainda nesta semana as duas lombadas eletrônicas que estão sendo instaladas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), nos dois sentidos da BR-285, na localidade de Esquina Gaúcha, em Entre-Ijuís.

A instalação dos equipamentos iniciou na semana passada e atende a reivindicação da comunidade entre-ijuiense. No início de maio agricultores, estudantes e moradores bloquearam parcialmente a rodovia pedindo mais segurança, depois de terem sido registrados acidentes com vítimas fatais no trecho entre os quilômetros 487,5 e 488,5.

Os manifestantes também se mobilizaram para a colocação de placas fornecidas pelo Departamento, bem como, para o fechamento dos acesso da comunidade à BR-285 mantendo somente o acesso principal. “A instalação destas lombadas foi viabilizada graças à interlocução, junto às autoridades competentes, de diversas autoridades, bem como do prefeito de Santo Ângelo Eduardo Debacco Loureiro, do ex-diretor do Dnit Cajar Nardes e de lideranças da comunidade como Valdir Schmorantz”, disse o Pastor Armin Felipe Schünke que também encabeçou a luta.

O chefe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Ijuí, inspetor Edemilso Bruning Schopf, disse que de 2006 até maio (quando a manifestação foi realizada), num raio de 5 km antes e depois da comunidade de Esquina Gaúcha, foram registrados 13 acidentes – com uma morte e seis feridos. “Até 2006 este trecho era muito perigoso e trágico. Agora está mais tranquilo, pois intensificamos a fiscalização no local”, afirma.

O maior número de acidentes aconteceu pela falta de atenção dos motoristas. Em 2007 – teve dois acidentes por falta de atenção; em 2008 – dois acidentes por falta de atenção e um por velocidade incompatível; em 2009 – um acidente por não guardar distância de segurança e um por falta de atenção; em 2010 – um acidente por não guardar distância de segurança, um por falta de atenção e um por defeito mecânico em veículo; em 2011 – um acidente por outras causas e em 2012 (no dia 30 de abril) – um acidente por falta de atenção.

O chefe da PRF fala que a velocidade regulamentar no trecho onde as lombadas foram colocadas é de 60 Km/h, porém, após a aferição dos equipamentos, que deverá ser feita por uma equipe do Inmetro, o Dnit confirmará se essa velocidade máxima será mantida ou diminuída.

LOMBADAS E PARDAIS EM OUTROS LOCAIS

Schopf diz que há quatro anos a PRF foi consultada pelo Dnit sobre os trechos mais perigosos da BR-285. A partir daí, a ideia era a instalação de lombadas e pardais nos locais considerados de maior risco de acidentes. A previsão é de que, em breve, haja a instalação de lombadas e/ou pardais, nos municípios de Caibaté e São Miguel das Missões.