Mais de 1,5 mil pessoas participam de Caminhada Luminosa

0
983
Caminhada encerrou em frente a Catedral Angelopolitana. Foto: Daniele Angnes/JM

O movimento organizado pelo Comando de Greve Local do Cpers contou com apoio de estudantes, servidores do estado (de outros setores) e comunidade. Manifestação ocorreu na noite de ontem, quinta-feira (28), em todo o estado e faz parte de uma agenda de protestos contra a proposta de reforma estrutural do governador Eduardo Leite.

Entenda como os professores serão afetados pelo pacote Reforma RS:

Aos professores o projeto compromete o plano de carreira, mantém reajuste zero por tempo indeterminado, gratificações e vantagens passam a integrar o básico da classe correspondente. Ainda, a medida dá fim as vantagens temporais, como triênios, quinquênios e avanços. Além de aumento da contribuição para a aposentadoria.

Aos funcionários de escola, a medida atinge as vantagens temporais (triênios e quinquênios), haverá fim da incorporação de gratificações para a aposentadoria (como as de direção e insalubridade), aumento do tempo de contribuição e redução dos proventos conforme Reforma da Previdência nacional, redução ou extinção do abono permanência e reajuste zero por tempo indeterminado.

Aos aposentados, quem recebe a partir de um salário-mínimo passará a contribuir com alíquotas que chegam até a 16,32% do salário. Professores aposentados também terão todas as gratificações e vantagens integradas ao básico. Qualquer valor acima do piso da classe correspondente será transformado em parcela autônoma que não sofrerá reajustes, além, também de reajuste zero por tempo indeterminado.

Aos contratados, como a referência de hora-aula é o salário do concursado, os contratados também terão os salários congelados por tempo indeterminado. Legaliza-se a demissão de contratados em licença-saúde, exclui o segmento das regras relativas à licença-saúde, gestante, adotante e paternidade com remuneração, retirada dos contratados o direito ao abono família, mesmo se enquadrados na nova faixa de renda

Fonte: Cpers Sindicato

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here