Mais de 180 voluntários doaram sangue para a campanha do Banco do Hospital Santo Ângelo

0
87

Se sorologia for negativa para doenças, doações poderão beneficiar cerca de 720 pacientes

A importância da doação de sangue, que é salvar vidas, foi comprovada durante a campanha nacional aderida pelo Banco de Sangue do Hospital Santo Ângelo (HSA), realizada de 19 a 24 de novembro, no município.

Ao todo, 182 voluntários doaram sangue. Segundo a gestora do Banco, enfermeira Marta Eugênia Perim Motta, em média, foram coletados de cada doador 420 mls de sangue. “Se a sorologia realizada nos doadores for negativa para qualquer tipo de doença, esta quantidade de sangue poderá beneficiar cerca de 720 pacientes, pois o sangue de cada doador pode ser utilizado em três ou quatro pessoas”, frisa.

Dos doadores, 80% são mulheres e o restante são homens. O dia de maior participação foi no sábado com 42 doadores voluntários. Marta Motta avalia a campanha como positiva. “Em média, em semanas normais recebemos apenas 40 doadores, sendo que a maioria são pessoas que vem ao Banco para reposição de sangue a pacientes que fizeram cirurgia. Por isso, queremos agradecer a colaboração de cada um”, reconhece.

Durante os seis dias de campanha, o Banco ampliou o seu horário de atendimento, ficando aberto das 7h às 15h – quando o normal é das 7h às 12h30min.

A enfermeira Marta Motta agradeceu a parceria do Léo Clube, ONG Parceiros Voluntários, Acisa, Bebidas Fruki e a imprensa pelo apoio. O Hospital Santo Ângelo prestigiou os doadores com camisetas da campanha.

A campanha marcou o Dia Nacional do Doador de Sangue e teve como objetivo conscientizar a população para que ela seja doadora permanente. Mulheres podem doar num intervalo de 90 dias e homens, no intervalo de 60 dias.