Mais de 520 mil alunos fazem o Enem no Estado hoje

0
112

Prova é encarada por muitos jovens como uma oportunidade de ingresso no Ensino Superior

Começa hoje uma etapa importante na vida de muitos estudantes concluintes do Ensino Médio. As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão realizadas neste sábado (8) e domingo (9), a partir das 13h, no horário de Brasília. Serão mais de 9,5 milhões de candidatos que devem realizar a prova em todo o País. No Rio Grande do Sul, são 521.132.

Para muitos, a preparação para a prova começou ainda no 1º ano do Ensino Médio, com a realização das provas diárias. No entanto, isso deve-se muito à preparação que as escolas vêm proporcionando. A coordenadora pedagógica do Colégio Marista, Audelima Jornada Machado, a Liminha, explica que a preparação vem de toda a trajetória dos estudantes. “Nós, enquanto escola, não podemos preparar para concursos ou vestibulares pontuais, então existe um projeto de vida que a gente vem construindo com eles”, destaca.

Conforme a coordenadora, foi realizada com os alunos uma prova sistemática nos moldes do Enem, com 180 questões e redação, além de disponibilizado material para que os alunos estudassem. “Percebemos que os professores recebem os materiais e sempre acabam repassando àqueles alunos que vêm se preparando e têm seu hábito de estudo, aqueles que a família acompanha”, destaca.
Uma metodologia semelhante é utilizada no Colégio Tiradentes da Brigada Militar. “Não trabalhamos somente com foco no vestibular e Enem: precisamos trabalhar o cidadão para atuar na sociedade, e nossa preocupação é de que ele esteja ambientado com os assuntos que estejam em discussão na atualidade”, comenta a coordenadora pedagógica Maria Estela Lucca Gazola.
Segundo ela, também são aplicados simulados com os alunos durante o ano, bem como foi realizado, recentemente, um semelhante à prova que eles enfrentarão no Enem. “Preparamos o simulado com questões parecidas, mesmo número e tempo, para que eles se adaptassem também à questão psicológica”, afirma.
Outro ponto muito trabalhado pela escola é a redação. Recentemente, uma professora foi contratada para trabalhar dicas de redação com os alunos.

“Além disso, os professores buscam abastecer os alunos com todas as informações extra-aula possíveis, dando dicas de sites em que podem ser encontradas videoaulas para complementar o que foi assimilado em sala de aula”, completa.

CADERNO DE RESPOSTAS
Antes de iniciar a prova, o participante deve verificar se o caderno de questões contém a quantidade de questões indicada no cartão-resposta. O participante deve marcar nos cartões-resposta a opção correspondente à cor da capa do caderno de questões. Deve ainda transcrever nos cartões-resposta a frase apresentada na capa do caderno de questões.
As folhas de rascunho e as marcações assinaladas nos cadernos de questões não são consideradas para fins de correção.

Agora é com eles: após o estudo, a hora é de ação

Os alunos de 3º ano passaram o ano todo, senão mais, preparando-se para a realização do Enem e do vestibular. Agora chegou a hora de colocar em prática o que foi aprendido em sala de aula e com os professores. Eles conversaram com o Jornal das Missões e disseram qual a expectativa para o dia de hoje.

“A preparação em casa é óbvio que é preciso ter. Tem que estudar e muito. A escola passa o conteúdo, mas cabe a nós colocá-lo em prática. Praticamos com provas antigas do Enem e vamos fazendo simulados desde o 1º ano do Ensino Médio, além da própria prova do Enem, para irmos nos ambientando. A maior preocupação é sempre a redação e acredito que nesse ano pode cair validade linguística no Brasil ou mobilidade urbana. Estou estudando muito e me sinto preparada, pois quero fazer Medicina”, afirma Rafaela Thaís Schalanski, aluna do 3º ano do Tiradentes

“Tenho me preparado principalmente para a redação, lendo sobre os possíveis temas. O colégio faz a parte de nos trazer o conteúdo e a parte da orientação e revisão. Nos disponibilizam simulados e nós estudamos muito, mas nesses últimos dois dias procuramos ficar mais calmos, relaxados, pois é véspera de prova e precisamos descansar para chegar bem à prova. Sobre os temas de redação, penso que possa cair mobilidade urbana ou a crise de água na região Sudeste. Quero tentar entrar em um curso superior de Engenharia Mecânica”, conta Bruno Ourique Fonseca, aluno do 3º ano do Tiradentes

“Minha preparação para o Enem começou desde o 1º ano. Em 2013 já fiz a prova para testar meus conhecimentos e fui bem. Aproveito bastante para treinar a minha redação, que vale mil pontos e é uma boa forma de conseguir uma boa nota. Aproveito para refazer os exercícios também e ver os principais que caem no Enem para eu chegar preparada. Penso que entre os assuntos mais cotados estão os 50 anos da ditadura no Brasil, e aproveitei para rever principalmente esse assunto. Também li sobre atualidades como Copa do Mundo e a crise hídrica em São Paulo. Quero fazer Medicina e estou me dedicando muito para isso”, diz Laurenlisiê Brittes, do 3º ano do Marista

DICAS
Cada participante deve ter em mãos caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. Ela é obrigatória para o exame. O uso de outra cor impossibilita a leitura ótica do cartão-resposta.

Documento de identificação original com foto, cartão de confirmação da inscrição e alimentos. Os portões de acesso serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h (horário oficial de Brasília).