Ministério do Trabalho interdita pedreira em Santo Ângelo

0
117

 Auditores-fiscais da Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Santo Ângelo formalizaram, na quinta-feira (25), a interdição de nove esteiras transportadoras de britas de pedreira em Santo Ângelo, localizada às margens da ERS-344. A medida impõe a paralisação das operações de britagem e de peneiramento, em razão da falta de condições de segurança para os trabalhadores.

Entre os riscos apontados pela Auditoria-Fiscal, destacam-se os choques elétricos, a prensão das mãos dos trabalhadores nos componentes móveis dos equipamentos e as quedas de altura. Conforme apurado pela fiscalização, a pedreira já foi palco de acidente fatal, que resultou da queda de trabalhador de cima de um transportador contínuo sobre pilha de britas, também chamada de ‘pulmão de pedras’.

A empresa, sem prejuízo das autuações sofridas, precisará corrigir as irregularidades antes que as atividades sejam retomadas. Além dessas medidas, o responsável pelo estabelecimento foi notificado a proceder às readequações nas instalações elétricas de outros setores e na retroescavadeira, que deve receber dispositivos de segurança para prevenir o lançamento de materiais contra o operador.