Mobilização para retomada da obra do Aeroporto

0
84

Aeroporto Já para o Desenvolvimento Decolar! Esse é o slogan da campanha que vem sendo desenvolvido por empresários e entidades locais para que acontece o mais rápido possível a retomada da obra de recuperação asfáltica do Aeroporto Regional de Santo Ângelo. O encontro foi conduzido pelo presidente da CDL, Wilson Pippi Júnior, o vice Henrique Weinert e o presidente da Acisa Carlos Ely Merljak Junior.

Na oportunidade, o presidente da Acisa disse ser incompressível que um contrato assinado em 2010 ainda não foi efetivado por impasse entre o Governo do Estado e a empresa Cotrel. “A obra não foi concluída e a cidade ficou sem voos aéreos, algo que vem causando uma série de transtornos e prejuízos não apenas para a cidade, mas também toda a região”, frisou. Ele salientou a importância da união de esforços das lideranças e da comunidade para resolver essa questão.

Já o presidente da CDL, Wilson Pippi Junior, revelou que está chegando algumas máquinas e equipamentos no Aeroporto de Santo Ângelo. Ele disse que essa medida reflete o cumprimento da promessa do proprietário da Cotrel de retomar a obra. No entanto, observa que os empresários, entidades e lideranças locais permaneçam mobilizadas para que a obra seja concluída. “Precisamos mostrar para nossa comunidade os prejuízos que vem ocorrendo nos mais diferentes setores econômicos da região pelo não funcionamento do serviço aéreo nas Missões.

PREJUÍZOS
O empresário Henrique Weinert mostrou aos presentes que o cancelamento de voos no aeroporto está causando prejuízos nas áreas da saúde, no desenvolvimento econômico e atração de investidores, educação e turismo.

SAÚDE
Na oportunidade o provedor do HSA, Bruno Hesse, levantou a preocupação da casa de saúde apontando exemplo como a desistência de uma equipe de transplante que viria de Porto Alegre ao município para retirada de órgão de um doador pela falta do transporte aéreo. Também lembrou o caso de uma gestante de alto risco que veio de Pelotas e teve que pegar um voo até Ijuí e depois ser trazida ao Hospital Santo Ângelo de ambulância.

EDUCAÇÃO
Já o diretor da URI, Gilberto Pacheco, e o diretor do CNEC/Iesa, Júlio Lindemann, relataram as dificuldades do deslocamento de professores de grandes centros para palestras em Santo Ângelo e até mesmo circulação de profissionais das instituições para outras regiões do Estado pelo fechamento do aeroporto.

TURISMO
Em relação ao turismo, o secretário de Turismo Marcos Mattos, e o integrante do Caminho das Missões, Claúdio Reinke, apontaram os prejuízos para o setor. Mattos disse que dados fornecido pelo Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes o turismo receptivo e de ocupação teve uma queda de 40%.
Reinke, por sua vez, lamentou que as lideranças em vez de estarem discutindo a expansão dos serviços do aeroporto, tenham que neste momento lutar para a retomada dos voos.

DEFINIÇÕES
No final da reunião ficou definido que o grupo de trabalho vai organizar mobilizações junto à comunidade, visando mostrar a importância da retomada do transporte aéreo para o desenvolvimento econômico de Santo Ângelo e região.