Moradores de Entre-Ijuís fecham a ponte do Rio Ijuí em protesto por melhorias na ERS-344

0
77

Cerca de 300 moradores de Entre-Ijuís bloqueram a ponte sobre o Rio Ijuí, entre Santo Ângelo e Entre-Ijuís, por cerca de 20 minutos, na tarde desta sexta-feira (5), como forma de cobrar do Governo do Estado a recuperação do acostamento da Rua Integração, que corta a área urbana da cidade, começando na ponte e terminando no trevo da ERS-344 com a BR-285.

Os manifestantes também pedem menos rigor do Grupo Rodoviário da Brigada Militar, na aplicação de multas de trânsito na área urbana da cidade. O acostamento está com diversos pontos críticos e a Polícia Rodoviária aplica multas sem parar. Os moradores reclamam demais disso e o comércio não está mais vendendo”, afirma Armin Felipe Schünke, secretário da Comissão Pró ERS-344.

O Sargento Delmar Bruckmann, do Grupo Rodoviário, que foi um dos batedores durante a passeata, disse que desconhece o excesso de multas. “Acho justa a reivindicação, mas dificilmente trabalhamos na área urbana da cidade. Claro que motoristas que trafegam com excesso de velocidade, que ultrapassam nos dois quilômetros de rodovia que cortam o município ou que não usam o cinto são multados. É preciso respeitar a lei”, observa.

Conforme Armin Schünke, o diretor do Daer, Carlos Eduardo de Campos Vieira, havia informado no dia 22 de maio de 2013, que um técnico do órgão viria a cidade em 15 dias para realizar um estudo dos problemas para que fosse possível encontrar uma solução. O anúncio teria sido descumprido.

A passeata saiu em frente da Igreja São João Batista e seguiu até a ponte sobre o Rio Ijuí, onde os manifestantes cantaram o hino rio-grandense e sentaram no chão em protesto ao Governo do Estado. Bombeiros, em uma lancha, se posicionaram em baixo da ponte para prestar eventuais socorros. Os moradores retornaram a pé até a Igreja, onde concluíram o protesto.
Nos dois sentidos da rodovia, houve congestionamento de veículos por quase uma hora.