Moradores do Bairro Santo Antônio e vereadores discutem situação das famílias que vivem às margens da ERS-344

0
113

Mais de 100 pessoas do Bairro Santo Antônio, que moram há vários anos às margens da ERS-344, compareceram em audiência pública na Câmara de Vereadores nesta quarta-feira (19). A iniciativa partiu dos vereadores Vando Ribeiro (PMDB) e Everaldo de Oliveira (PDT). Os moradores, que foram notificados pelo Daer para saírem do local, não sabem onde morar caso tenham que atender ao pedido e buscam uma solução para o problema.

Durante o encontro vereadores e moradores se pronunciaram, tentando achar uma forma de resolver a questão. Os moradores fizeram um requerimento solicitando que caso sejam alocados em unidades habitacionais, que possam morar em casas, por tratarem-se de pessoas idosas, crianças, deficientes, não tendo condições em residir em apartamentos, e que sejam retiradas somente as famílias que estejam 100% dentro da faixa de domínio da rodovia.

Outro pedido dos moradores foi de apoio do Executivo às famílias que por ventura ficarem no local e garantias de que não serão ameaçadas de serem retiradas, já que muitas vivem no local há mais de 20 anos. No documento, elaborado pelos moradores, eles solicitam às autoridades que façam um levantamento cadastral das famílias que precisam realmente ser removidas.

REUNIÃO

Para os próximos dias, uma comissão formada por vereadores e moradores irá solicitar uma reunião com a diretoria do Banco do Brasil local e marcar uma audiência com o Executivo Municipal para apresentar as reivindicações, onde questionarão sobre o projeto de reassentamento das famílias desse bairro.

Estiveram presentes na audiência, além de parte de vereadores, o padre Rosalvo Frey, o presidente do núcleo comunitário Eduardo de Matos e o diretor do DMT José Marques. Também participaram a diretora da Escola Municipal Marcelino Champagnat Marlete Rosane Salapata, e a coordenadora da escola Jane Zaltron, que solicitaram mais segurança para os alunos daquele educandário, que diariamente fazem a travessia da ERS-344.