Novo site do Jornal das Missões atinge marca dos 100 mil acessos

0
93

Número foi atingido em um mês e meio no ar, por mais de 19 mil computadores diferentes

O novo site do Jornal das Missões (www.jornaldasmissoes.com.br) atingiu, em 48 dias no ar, a marca das 100 mil visualizações de página. Isso representa uma média de mais de 2 mil visualizações de página por dia. Já o número de visitas chegou próximo aos 34 mil, tendo o expressivo número de 19,4 mil visitantes únicos (computadores diferentes que acessaram o portal).

Os dados são relativos ao período desde que o novo site está no ar, em 2 de dezembro de 2011, até a última terça-feira (17). O sítio do JM na internet, agora reformulado, foi desenvolvido pela equipe da Flexpoint (www.flexpoint.com.br).

Além da agilidade na publicação e atualização de notícias, o portal permite interação através das redes sociais como o Facebook, Twitter e Orkut. O site permite, também, a divulgação de empresas através de banners ao lado direito e no topo da página.

No site, são postadas as notícias do jornal impresso e outras produzidas apenas para a internet, assim como os artigos, crônicas, contos e demais textos opinativos do grupo seleto de articulistas que compõem a equipe de colaboradores do JM. Tudo organizado, dividido nas editorias geral, política, economia, esportes, polícia e cultura.

Através do site, é possível ler a edição impressa completa, clicando na capa da edição do lado direito da página. Já através da seção “Edições anteriores”, que fica logo abaixo das notícias de destaque, é possível ler as últimas edições do JM.

O internauta também pode entrar em contato com os diversos setores da empresa, como redação, comercial, assinaturas e gráfica, mandar sugestões de pauta para a equipe de jornalismo do jornal, críticas e elogios, através do link “Entre em contato conosco”, na base do site.

 

Site do JM já teve acessos de todos os continentes

O novo site do Jornal das Missões também mobilizou os santo-angelenses pelo mundo todo. Em todos os cinco continentes o site registrou acessos, em diversos países.

O Brasil registrou o maior número de visitas, com acessos de todos os estados e destaque para Santa Catarina e São Paulo, que tiveram mais de mil acessos em cada.

Logo após o Brasil, são destaque as visitas nos Estados Unidos (124 visitantes), Portugal (55) e Alemanha (52).

Os maiores acessos vieram da América e da Europa. Outros continentes registraram um número menor de visitas, como a Ásia, que teve acessos da Índia, Emirados Árabes Unidos, Japão, Azerbaijão, Israel, Palestina, Qatar e Singapura. Na África, os acessos vieram dos países Angola e Moçambique. Na Oceania, tanto Austrália quanto Nova Zelândia tiveram acessos.