Nuvem de gafanhotos: animais de estabilizaram na Argentina

0
157
Nuvem de gafanhotos começou a preocupar agricultores da fronteira Oeste do RS na semana passada. Foto: Reprodução

De acordo com fiscal agropecuário estadual, Alonso Andrade, nuvem migrou 80 km para Oeste da Argentina, se afastando mais do Rio Grande do Sul. “Mas existe a possibilidade de insetos subirem a partir de São Borja”, detalhou.

Ainda, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural tem monitorado os animais, como precaução. “Se forem introduzidos, pode ser na semana que vem”, pondera Andrade.

No fim de semana, o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agro-Alimentar (Senasa) da Argentina encontrou o iniciou o controle da nuvem com a aplicação de inseticida, “esse controle representou a eliminação de 20% da população”, detalha.

Apesar do receio de que animais possam entrar no estado, Andrade diz que tendência é de que retornem para o Paraguai. “Queremos deixar os agricultores tranquilos, porque estamos acompanhando os insetos em tempo rea. Se entrarem no RS, estamos trabalhando forte para que não se estabeleçam aqui”, reforça.

Entenda o que desencadeou a formação da nuvem:

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here