O motorista dos prefeitos

0
88

Conheça a história de Seu Pires, como é conhecido, no Dia do Colono e Motorista

Ele levanta todos os dias bem cedinho, lá pelas 6h. Toma o seu mate e aproveita para ler as notícias do dia pela Zero Hora e Jornal das Missões (nos dias em que há edição), enquanto ouve a Rádio Santo Ângelo. Depois desse ritual cotidiano, se dirige à Prefeitura Municipal de Santo Ângelo, pelas 7h20min, onde trabalha. Ele é João Batista Guterres Pires, conhecido como “Seu Pires”, o motorista dos prefeitos municipais.

Natural de Panambi, Pires veio parar nas Missões, já casado, em 1978, para trabalhar como motorista na Vonpar. Ficou nessa função até 1991. Um ano depois, passou a trabalhar na Prefeitura Municipal, como motorista do então prefeito, Adroaldo Loureiro. Também trabalhou por 3 anos no mandato de José Lima. Antes de ser o motorista do atual prefeito, Eduardo Loureiro, Seu Pires foi motorista na Secretaria Municipal de Obras e Educação.

Já são praticamente oito anos acompanhando o dia a dia de Eduardo Loureiro. Reuniões, eventos, viagens oficiais, entrevistas aos órgãos de imprensa, audiências com diversas entidades. Onde está o prefeito, está o Seu Pires. E a agenda é extensa. O expediente inicia às 7h20min e não tem hora para acabar. Seu Pires já perdeu a conta da quilometragem que percorreu nesses anos todos de trabalho. “Conheci quase todo o Rio Grande do Sul, além de São Paulo, Argentina e Paraguai”, conta.

E o motorista encara a tarefa não como um simples trabalho, mas como uma missão. “Nunca me envolvi em nenhum acidente nesses anos como motorista oficial. Tenho uma responsabilidade muito grande de levar os chefes máximos da cidade e que muito bem têm representado as Missões. Queira ou não, a gente acaba fazendo parte desse conjunto que é a administração municipal”, observa.
Na data do Colono e Motorista, Seu Pires aproveita para refletir sobre a sua função. “É uma data muito especial. O colono e o motorista, que muito fizeram e continuam fazendo pelas cidades, estados e o país, estão de parabéns”.

O tempo vai passando e o segundo mandato do prefeito Eduardo Loureiro vai chegando ao seu fim. Quanto aos planos, ele ainda não pensou nisso. “Quando encerrar o mandato do Eduardo, me sentirei com a missão cumprida, de ter feito o possível e o impossível para que as coisas dessem certo”, finaliza.